Notícias

Vacina contra a gripe continua disponível nas salas de vacina da rede de saúde

Imunizante reduz complicações que podem levar aos casos graves da doença; município tem 74 salas de vacina disponíveis para a população
26 de julho de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Cleiton Borges/Secretaria de Governo e Comunicação

As pessoas que integram o grupo considerado prioritário pelo Ministério da Saúde, além da população em geral, ainda podem procurar as salas de vacina para garantir a dose da vacina contra o vírus Influenza.  A vacina da gripe na rede pública é trivalente, ou seja, protege contra três tipos de Influenza: A (H1N1), A (H3N2) e B. O imunizante é seguro e reduz as complicações que podem levar aos casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos.

Desde o início da 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, no dia 12 de abril, 136.267 mil pessoas já foram imunizadas. Do público-alvo que deve ser vacinado, apenas os profissionais atingiram a meta dos 90% de cobertura. As crianças, gestantes e as pessoas com comorbidade já estão acima dos 50%. Já os idosos, as puérperas e o profissionais da educação, ainda seguem abaixo do esperado.

Devido aos riscos e complicações da doença, a vacina é de extrema importância, conforme explicou a coordenadora do Programa de Imunização, Claubia de Oliveira.  “O vírus só está controlado porque as pessoas estão imunizadas. Se a imunização não ocorre, se as pessoas não comparecem para serem vacinadas, corremos o risco de termos outro surto de Influenza”. 

Público em geral

Desde o dia 12 de julho, a vacina está liberada para toda a população. A decisão do Ministério da Saúde foi devido à baixa cobertura, o que pode levar a formação de bolsões de pessoas não vacinadas contra o vírus, favorecendo o aparecimento da doença e suas complicações, em especial nos grupos de maior risco.

Desde a liberação, 12.559 pessoas do público em geral receberam a dose do imunizante. A vacinação ocorre nas salas de vacina das Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), das 7h30 às 16h30; das Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) dos bairros Tibery, Martins e Planalto, das 8h às 20h; e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), das 8h às 18h30. Nas UBSs dos bairros Tocantins e Brasil o horário foi estendido, sendo das 8h às 20h.

Cobertura vacinal dos grupos prioritários:

Profissionais de saúde: 20.588 (100%)
Crianças: 31.117 (64,73%)
Gestantes: 3.719 (51,25%)
Comorbidade:11.601 (50,61%)
Idosos: 50.293 (48,47%)
Puérperas: 569 (47,69%)
Profissionais da educação: 4.007 (41,61%)

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também