Notícias

Projeto Recomeço leva palestra para acolhidos que estão em reabilitação

“Resiliência e Mudança de vida” foi o tema abordado pela psicóloga da Secretaria Municipal de Prevenção às Drogas, Defesa Social e Defesa Civil em parceria com o Ministério Ceami
5 de agosto de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Nesta semana, os acolhidos que estão na entidade sem fins lucrativos Ministério Ceami receberam mais uma dose de amparo emocional por meio do trabalho da Secretaria Municipal de Prevenção às Drogas, Defesa Social e Defesa Civil da Prefeitura de Uberlândia, em parceria com a própria instituição.

 A palestra “Resiliência e Mudança de Vida” foi ministrada pela psicóloga da pasta, Maria de Lourdes e contou também, com a participação do Diretor Executivo Pr. David Celso e da Psicóloga Rubia Castro.

Segundo o presidente do abrigo, Pr. Onézimo Domingos, estas ações ajudam os acolhidos, juntamente com vários outros apoios, a permanecerem no caminho de lucidez e de cura durante a reabilitação. “Trabalhamos o despertamento dos nossos acolhidos para o exercício de resistência às adversidades e a busca incessante na mudança de vida”, pontuou.

Para o Dr. Emerson Aquino, secretário municipal da pasta de Prevenção às Drogas, Defesa Social e Defesa Civil, a ação é mais que uma palestra, é um suporte emocional com profissionais competentes que oferecem sustentação e apoio aos acolhidos. “Na luta contra o vício, é necessário atuar em várias frentes e o psicológico é um dos pontos mais importantes nesta batalha. Por isso, temos orgulho de desempenhar este trabalho com tanto esforço e empenho ao lado dos representantes do Ministério Ceami e dos acolhidos que já deram passos corajosos para uma vida melhor”, disse o representante da secretaria.

Projeto Recomeço

Executado nas comunidades terapêuticas conveniadas com a Prefeitura Municipal de Uberlândia, o projeto contribui com os processos de atenção aos acolhidos e seus familiares, fomentando a motivação individual, o diálogo interpessoal e o fortalecimento de vínculos como elementos essenciais do processo de reinserção.

As atividades contemplam palestras, orientações gerais para prevenção de recaídas, auxílio na construção de novos projetos de vida, atividades esportivas e motivacionais, além de oficinas de dança e grafitti.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também