Notícias

Atletas da Futel chegam ao Japão para competir nos Jogos Paralímpicos

Esportistas do halterofilismo, goalball, natação e tênis de mesa são os primeiros a pisar em solo japonês
6 de agosto de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Paratletas da CDDU/Futel, que compõe a seleção paralímpica brasileira, já chegaram ao solo japonês. Junto a atletas e comissão técnica da natação, tênis de mesa, halterofilismo e goalball, além de equipe administrativa e de saúde do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), estão na cidade de Hamamatsu, no Japão, para o período de aclimatação. Lá, o Brasil utilizará cinco hotéis e 12 espaços, arenas para treinamento e a e entrada na Vila dos Atletas, em Tóquio está prevista para o dia 18 de agosto. 

Das associações parceiras da Futel, os convocados foram Lara Lima (halterofilismo), Mateus Carvalho (bocha), Oscar Carvalho (assistente esportivo de bocha), Jovanna Costa (assistente esportiva de bocha), Weverton Santos (treinador da seleção brasileira de halterofilismo) e Vander Fagundes (fisioterapeuta), todos da equipe CDDU/Futel, e ainda Rodrigo Parreira (atletismo), da Aparu/Futel.

Também representando Uberlândia, do Praia Clube, os convocados foram o tenista Gustavo Carneiro, os nadadores Gabriel Bandeira, Gabriel Melone, João Pedro de Oliveira, Laila Suzigan, Ruan Felipe de Souza e Vanilton do Nascimento Filho e o treinador Alexandre Vieira. Também de Uberlândia, estão na delegação brasileira o chefe de missão, professor Alberto Martins da Costa, e o coordenador técnico de halterofilismo, Silvio Soares dos Santos.

Confiança

Atletas da Futel chegam ao Japão para competir nos Jogos Paralímpicos 1

O técnico da equipe brasileira de halterofilismo Weverton Santos disse que apesar do cansaço da viagem, o tempo de descanso e aclimatação será suficiente. “Os primeiros dias serão para ajustar o nosso relógio biológico com o fuso horário do Japão e logo já estaremos retomando os treinamentos. A equipe está bem preparada e a nossa expectativa é bastante positiva”, disse o treinador.

Caçula da seleção brasileira de halterofilismo, com apenas 18 anos, Lara Lima, da equipe CDDU/Futel, competirá pela primeira vez nos Jogos Paralímpicos. “Tive uma preparação intensa em Uberlândia e nos últimos dias em São Paulo e agora já estamos aqui no Japão. Estou muito feliz, focada e espero voltar para Uberlândia com uma medalha”, disse.

A delegação brasileira terá 256 atletas (incluindo atletas sem deficiência como guias, calheiros, goleiros e timoneiro), sendo 160 homens e 96 mulheres, além de comissão técnica, médica e administrativa, totalizando 431 pessoas. Os Jogos Paralímpicos de Tóquio acontecerão entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também