Notícias

Prefeitura promove ações virtuais no dia Nacional de Combate ao Fumo

Através de palestras gravadas e lives, campanha “Comprometa-se a parar de fumar” disponibiliza materiais informativos em vídeo
27 de agosto de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

No Dia Nacional de Combate ao Fumo, 29 de agosto, a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria Municipal de Prevenção às Drogas, Defesa Social e Defesa Civil (SMPDDSDC), promove a continuidade da campanha “Comprometa-se a parar de fumar”, que tem como principal objetivo incentivar e ajudar as pessoas a pararem de fumar. A mudança de hábito previne o desenvolvimento das mais de 50 doenças relacionadas ao tabagismo e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida, principalmente em tempos de pandemia onde os tabagistas têm maior risco de desenvolver doença grave e morte por Covid-19.

A campanha disponibilizará materiais informativos gravados pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Prevenção às Drogas, Defesa Social e Defesa Civil, para escolas, empresas, comunidades terapêuticas e também para parceiros que atuam no trabalho da Prevenção.

Dia Nacional de Combate ao Fumo, 29 de agosto

O dia foi criado, em 1986 pela Lei Federal 7.488, e tem como objetivo reforçar as ações nacionais de conscientização sobre os danos sociais, de saúde, econômicos e ambientais causados pelo tabaco.

Benefícios Ao Parar De Fumar

A decisão de parar de fumar é importante em qualquer momento da vida. Ao deixar de fumar, alguns benefícios se apresentam muito rapidamente, em questão de minutos, horas, e vão se somando, resultando em mais qualidade de vida sob todos os aspectos: após 20 minutos a pressão sanguínea e a pulsação volta ao normal; após 2 horas não há mais nicotina circulando no sangue; após 8 horas o nível de oxigênio no sangue se normaliza; após 12 a 24 horas os pulmões já funcionam melhor; após 2 dias o olfato já percebe melhor os cheiros e o paladar já degusta melhor a comida; após 3 semanas a respiração se torna mais fácil e a circulação melhora; após 1 ano o risco de morte por infarto do miocárdio é reduzido à meta.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também