Notícias

Centro Vida completa um mês de atendimentos aos pacientes pós-Covid-19

Centro de reabilitação é o primeiro do estado com atendimento exclusivo para pacientes que estavam internados e precisam de cuidados contínuos após a alta hospitalar
9 de setembro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Inaugurado no mês passado, o Centro Vida – Programa Municipal de Reabilitação em Saúde completa nesta quinta-feira (9) um mês de atividades e atendimentos prestados à comunidade. O local é o primeiro de Minas Gerais com atendimento exclusivo para pacientes diagnosticados com Covid-19 que precisarão de cuidados contínuos após a alta hospitalar.

Neste período, as equipes realizaram o atendimento de mais de 120 pacientes, sendo que 26 estão fazendo o uso de oxigenoterapia prolongada domiciliar. A iniciativa da gestão municipal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, é mais um cuidado oferecido à população diante da grave pandemia da Covid-19.

Há cinco meses, Marcos Gonçalves foi diagnosticado com a Covid-19. Desde então, sente até hoje as sequelas que a doença deixou em seu organismo. Para ele, a criação do Centro Vida é um alento para as pessoas que até hoje não se recuperaram 100% da doença.“Assim como eu, muitas pessoas precisam de uma recuperação mais longa para voltar a ter qualidade de vida. A criação desse espaço foi muito importante, porque a doença deixa sequelas e precisamos de um cuidado maior”.

Com uma equipe multiprofissional, o espaço é referência para a reabilitação cardiovascular, respiratória e motora de pacientes que foram diagnosticados com Covid-19 e precisarão de algum tipo de cuidado após a internação. A equipe do Centro Vida é formada por fisioterapeutas, fonoaudiólogos, assistente social, psicólogos, médicos e enfermeiros, a fim de oferecer um acompanhamento completo para que o paciente recupere a saúde, a reinserção social e tenha qualidade de vida. O setor que realiza a dispensação de equipamentos de oxigenoterapia e ventilação mecânica não invasiva também faz parte do Centro Vida, para facilitar o acesso às famílias e aos pacientes.

O direcionamento para o centro de reabilitação acontece durante a alta da internação hospitalar. Segundo a coordenadora da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência, Marcella Furtado de Souza, a equipe médica que acompanhou o paciente será responsável por elaborar o plano de cuidados e direcioná-lo para a reabilitação.

“O paciente recebe a alta com a consulta marcada no Centro Vida para dar continuidade no acompanhamento. Além disso, a equipe da atenção primária da unidade de referência do paciente, também estará ciente e compartilhará destes cuidados. Desta forma, todo o trabalho do Centro Vida é integrado com a atenção primária, especializada, domiciliar e hospitalar. Tudo isso porque ele precisa ser amparado para que recupere a sua funcionalidade e qualidade de vida”, finalizou.

Localizado no centro de Uberlândia, na avenida Rio Branco, nº 49, o Centro Vida funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também