Notícias

Futel celebra Dia Nacional do Paratleta com destaques no setor

Trabalho desenvolvido pela fundação ligada à Prefeitura de Uberlândia fez com que cidade seja considerada referência nacional em paradesporto
22 de setembro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

É comemorado nesta quarta-feira (22) o Dia Nacional do Paratleta, data bastante celebrada em Uberlândia, especialmente por conta dos investimentos feitos pela Prefeitura no paradesporto. O incentivo ao esporte paralímpico na cidade fez com que Uberlândia alcançasse o maior número de paratletas da delegação mineira nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, realizados entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro. No total, foram 11 paratletas, em um total de 36 em todo o estado de Minas Gerais.

A consolidação de Uberlândia como uma referência nacional em paradesporto tem relação direta com o trabalho desenvolvido pela Prefeitura de Uberlândia, por meio da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel), que investe nas modalidades paralímpicas e, mesmo durante a pandemia da Covid-19, manteve os treinamentos dos paratletas com chances de serem convocados para competições internacionais.

O resultado disso é que as associações parceiras da Futel foram representadas por três paratletas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio: Lara Lima (halterofilismo) e Mateus Carvalho (bocha), da CDDU/Futel, e Rodrigo Parreira (atletismo), da Aparu/Futel. Também da CDDU/Futel estiveram na competição Oscar Carvalho (assistente esportivo de bocha), Jovanna Costa (assistente esportiva de bocha), Weverton Santos (treinador do halterofilismo) e Vander Fagundes (fisioterapeuta).

Futel celebra Dia Nacional do Paratleta com destaques no setor 1

Trabalho da Futel

A Futel possui espaço para treinos de alto rendimento no paradesporto nas modalidades de atletismo, bocha, goalball, halterofilismo, natação e parabadminton. As atividades são oferecidas por meio de parcerias entre a Futel e quatro associações: o Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU), a Associação dos Paraplégicos de Uberlândia (Aparu), a Associação dos Deficientes Visuais do Triângulo Mineiro (Adevitrim) e a Associação dos Deficientes Visuais de Uberlândia (Adeviudi).

A Futel oferece profissionais de educação física e fisioterapeuta, além de ceder espaços para a prática das atividades, como a academia de halterofilismo do UTC, o CIE (Centro de Iniciação ao Esporte) e o Sesi Gravatás. “A Prefeitura de Uberlândia sabe da importância do paradesporto e investe em diversas modalidades. O resultado disso é que hoje temos em Uberlândia alguns dos principais paratletas do país, que muito nos orgulham dentro e fora das competições”, ressaltou o diretor geral da Futel, Edson Zanatta.

Um dos exemplos é Lara Lima, halterofilista que já conquistou diversas medalhas em competições nacionais e internacionais, além de ter chegado aos Jogos Paralímpicos de Tóquio com apenas 18 anos de idade. “O paradesporto mudou a minha vida, pois me trouxe várias conquistas não só como paratleta, mas como pessoa. Conheci o halterofilismo ainda na infância e desde os 14 anos participo de competições estaduais, nacionais e internacionais”, disse.

Dentre as conquistas de Lara estão duas medalhas no Aberto Europeu da França (uma de ouro e uma de prata), uma medalha de prata nos Jogos Parapan-Americanos de Lima e duas medalhas na Copa do Mundo de Halterofilismo da Geórgia (uma de ouro na categoria “Até 41 kg – Júnior” e uma de bronze na categoria “Até 41 kg – Adulto”, ao levantar 90 kg). “A Prefeitura de Uberlândia foi fundamental em toda a minha formação e desenvolvimento como paratleta, por isso só tenho a agradecer a Futel pelo apoio que tem me dado ao longo desses anos”, completa.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também