Notícias

Enriquecimento ambiental estimula animais através da alimentação

Cardápio e utilização de espaços nos recintos são utilizados para simular o habitat natural, contribuindo para bem-estar das espécies
29 de setembro de 2021
Fotos: Araípedes Luz – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação/PMU

Um cardápio criativo e com incrementos a cada semana faz parte da rotina dos cerca de 150 animais que habitam o Zoológico Municipal. O processo conhecido como ‘Enriquecimento Ambiental’ é aplicado de forma permanente e trabalha cinco frentes que simulam o habitat natural e otimizam a qualidade de vida das espécies: alimentação, cognição, sensorial, físico e social.

O trabalho adotado pela Prefeitura de Uberlândia desde 2019, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos, segue planejamento conforme necessidades específicas de cada espécie, com adaptações que consideram a época do ano. Para as altas temperaturas do verão, o cardápio é dominado por folhas, frutos e flores. Além de picolés de carnes, a ingestão de água é incrementada com outros alimentos, como gelatinas. Para as baixas temperaturas, alimentos mais calóricos como castanhas e nozes.

Fotos: Araípedes Luz – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação/PMU

A dieta é elaborada por uma equipe envolvendo profissionais da zootecnia, veterinária e biologia. Para ter um alto nível de qualidade, os alimentos são adquiridos com empresas selecionadas por meio de licitação.

“Geralmente, utilizamos utensílios que eles conseguem acessar, como casca de melão e coco, e copinhos para os primatas. Tudo pensando na habilidade do animal e no local do recinto que ele mais utiliza, pois, além de aliviar o calor, a prática estimula a cognição e o comportamento natural que ele teria na natureza”, destacou a médica veterinária Andressa Afonso Borges.

Benefícios amplos

Fotos: Araípedes Luz – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação/PMU

Os benefícios do Enriquecimento Ambiental têm foco cognitivo e físico, com a disposição de itens que estimulam a inteligência e habilidade de explorar os recintos. Com a oferta de um banquete com variados sabores, aromas e texturas é estimulado o fator sensorial. Enquanto o benefício social é atendido com a junção de animais da mesma espécie e que têm o hábito de viver em grupos.

O diretor do Zoológico Municipal, Amado Junior, destaca que o trabalho diário tem foco em contribuir para que o Zoológico seja um grande centro de recuperação e cuidado para animais silvestres que não possuem condição de integrar o seu habitat.

“Além da educação ambiental, pesquisa e lazer, nossa função é a preservação e conservação. Para isso, seguimos as diretrizes da gestão municipal em trabalharmos, principalmente, para que os animais tenham uma condição de saúde adequada e um bem-estar tranquilo, se sentindo assim em ambientes mais ligados à área de cada espécie”, concluiu.

Veja Também

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Configurações avançadas de cookies

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies.

Cookies estritamente necessários

Esses cookies permitem funcionalidades essenciais, tais como segurança, verificação de identidade e gestão de rede. Esses cookies não podem ser desativados em nossos sistemas. Embora sejam necessários, você pode bloquear esses cookies diretamente no seu navegador, mas isso pode comprometer sua experiência e prejudicar o funcionamento do site.

Cookies de terceiros

O portal uberlandia.mg.gov.br não tem controle sobre quais cookies de terceiros serão ativados. Alguns cookies de terceiros que podem ser encontrados ao acessar o portal:
Domínios: Google, Youtube, consulte mais em