Notícias

Prefeitura e Senac assinam acordo para oferecer 2,5 mil vagas em cursos gratuitos

Cursos são voltadas para famílias com baixa renda e acontecerão ainda no segundo semestre deste ano
13 de outubro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Valter de Paula/ Secretaria de Governo e Comunicação

Uberlândia terá a oferta de mais 2.500 vagas em cursos profissionalizantes gratuitos ainda neste ano. O benefício será possível graças ao termo firmado entre a Prefeitura de Uberlândia e o Serviço Comercial de Aprendizagem Comercial em Minas Gerais (Senac Minas) nesta sexta-feira (8). Por meio do Programa Senac Gratuidade (PSG), será possível garantir qualificação profissional de qualidade para pessoas cuja renda familiar mensal per capita não ultrapasse dois salários mínimos. Ao todo, serão mais de 170 mil horas de curso e a expectativa é que para o ano de 2022 o número seja ampliado para 3.900 vagas.

O termo de cooperação foi assinado em solenidade no Centro Administrativo, na tarde desta quarta-feira (13), pelo prefeito Odelmo Leão, pela secretária municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação, Iracema Marques, e pelo diretor Senac Uberlândia, Antônio Vasconcellos Nascimento Júnior.

“O compromisso da nossa administração, desde que assumimos a Prefeitura de Uberlândia em 2017, é a de criar condições para o fortalecimento da cidade. Parcerias como essa com o Senac vem a somar e trazer ainda mais opções de formação e renda para o povo de Uberlândia e vamos continuar trabalhando para isto. Essa conquista é mais uma amostra de que a Prefeitura, durante a pandemia, também equilibrou a atuação em outras áreas.”, ressaltou o prefeito Odelmo Leão.

Para o diretor do Senac Uberlândia, Antônio Vasconcellos, a projeção desta parceria para o próximo ano é de ampliar as vagas atuais. “O Senac vem aumentando a atuação, principalmente na cidade. A programação para 2022, fruto desta união, é de 3.900 vagas em 212 cursos em Uberlândia, somando mais de trezentas mil e quinhentas horas de oportunidades. Esta é uma forma de devolver à população os investimentos das empresas contribuintes de nosso sistema e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.” Celebrou Antônio Vasconcellos.

Prefeitura e Senac assinam acordo para oferecer 2,5 mil vagas em cursos gratuitos 1
Foto: Valter de Paula/ Secretaria de Governo e Comunicação

A secretária municipal de Governo e Comunicação, Ana Paula Junqueira, ressaltou a importância da capacitação para a independência do cidadão. “Capacitar a população é a melhor forma de melhorar a renda e o progresso das famílias. Desde 2017, mais de 15 mil pessoas foram capacitadas em mais de 140 cursos profissionalizantes oferecidos gratuitamente pela Prefeitura. ‘Ensinar a pescar’ amplia muito mais as possibilidades, os horizontes e os sonhos que limitar dando diretamente o ‘peixe’. Capacitar é dar mais dignidade para o ser humano”.  

As turmas poderão acontecer nas modalidades presencial, à distância (em ambientes virtuais e horários flexibilizados) e remoto (com aulas on-line e horários estabelecidos). Os cursos são para os cargos de atendente de farmácia, cuidador infantil e de idoso, empreendedorismo digital, garçom, operador de caixa e de computador, promotor de vendas, quick massagem, recepcionista, gestão financeira, compra e estoque, e-commerce, vitrinista e organizador de eventos. Também terá opções para assistente administrativo, de logística, de recursos humanos, financeiro e de pessoal, entre outras funções.

Os cursos ocorrerão nos Centros Profissionalizantes Campo Alegre, Lagoinha, Luizote de Freitas, Morumbi, Planalto e Tocantins, além da Estação da Juventude, Praça da Juventude e ônibus Itinerantes, mantidos pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação (Sedesth). Não haverá repasses financeiros entre os parceiros.

Prefeitura e Senac assinam acordo para oferecer 2,5 mil vagas em cursos gratuitos 2
Foto: Valter de Paula/ Secretaria de Governo e Comunicação

“Por meio dessa parceria estamos trazendo cursos necessários, como cuidador de idoso, de criança, atendente de farmácia, dentre outros. Principalmente num momento como este, de pandemia, é importante qualificar a população de baixa renda, através da capacitação, para que possam ter opções de renda.”, disse a secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação, Iracema Marques.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também