Notícias

Cartão do Produtor Rural chega a mais de 1,8 mil propriedades

Lançado em julho, recurso facilita localização das propriedades e facilita acesso a serviços de segurança
18 de outubro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Cleiton Borges/Secretaria de Governo e Comunicação

Em três meses de existência, o Cartão do Produtor Rural já é uma realidade em 1.850 propriedades das comunidades rurais de Uberlândia. Desenvolvida pela Prefeitura em parceria com o Sindicato Rural e a Polícia Militar (PM), o recurso possibilita uma melhor localização dessas propriedades por meio de um código e coordenadas geográficas, facilitando, assim, o acesso a serviços de segurança pública. A entrega é feita por uma equipe da Secretaria Municipal de Agronegócio, Economia e Inovação (SMAEI) e tem apoio da PM.

“Junto com a entrega do cartão, nossa equipe aproveita para fazer uma atualização de dados dos produtores rurais, coletando informações que vão nos auxiliar no aprimoramento das políticas públicas para esse setor. Essa é também uma oportunidade de estarmos mais próximos de cada produtor, de ouvir suas demandas e conhecê-los melhor”, ressalta a secretária à frente da pasta, Thalita Jorge.

Dúvidas sobre o Cartão do Produtor Rural podem ser tiradas junto à SMAEI pelo telefone 3232-4336. No cartão, constam o nome do produtor e da propriedade, além de coordenadas geográficas e código da área. Esse código, único e exclusivo de cada imóvel, é gerado pelo Cadweb, o sistema on-line de cadastro de atendimento e despacho da PM. Trata-se de um banco de dados acessível tanto às polícias civil e militar quanto ao Corpo de Bombeiros. Ao necessitar de suporte em uma emergência, o produtor passa as informações do cartão ao serviço requisitado.

Cartão do Produtor Rural chega a mais de 1,8 mil propriedades 1
Cleiton Borges/Secretaria de Governo e Comunicação

A área rural de Uberlândia corresponde a aproximadamente 95% do território de Uberlândia. São 3.896 km² por onde se estendem mais de 3 mil propriedades, conforme registros da Prefeitura e do Sindicato Rural. Ter um cadastro confiável e preciso desses imóveis é visto como essencial para entender quais as necessidades em segurança pública de cada região e localizar os endereços com maior facilidade em situações emergenciais.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também