Notícias

Município deu a destinação correta para quase 170 mil pneus desde o início do ano

O material, armazenado da forma errada, pode servir de criadouro para o Aedes aegypti
18 de outubro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Araípedes Luz – Secretaria de Governo e Comunicação / PMU

Com o início do período chuvoso, começa também a preocupação com possíveis criadouros do Aedes aegypti. Um dos itens com o maior potencial para a proliferação do mosquito são os pneus. Dessa forma, o Programa de Controle da Dengue do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realiza a coleta diária para a destinação adequada do material. Até o mês de setembro, foram 169.853 pneus recolhidos pelo serviço prestado pelo município neste ano.

“A preocupação é por se tratar de um recipiente que, em qualquer posição que for colocado, vai acumular água. Além disso, a parede emborrachada é perfeita para a adesão dos ovos do mosquito. Porém é importante destacar que é necessário evitar água parada em qualquer material, não apenas nos pneus”, explicou o coordenador do Programa de Controle da Dengue, José Humberto Arruda.

São sete caminhões que, diariamente, percorrem toda a cidade, passando pelas 614 borracharias cadastradas pelo CCZ, além do recolhimento que é feito nos Ecopontos, em lotes vagos e, quando solicitado via telefone, na casa do morador que pretende descartar os objetos. A média de pneus recolhidos gira em torno de 18 a 20 mil por mês. O coordenador esclareceu sobre o papel da população neste trabalho de prevenção.

“Estamos em uma época do ano em que começa a ter chuvas mais recorrentes, e se um pneu for descartado de forma irregular, vai acumular água, se tornando um lugar ideal para a reprodução do Aedes aegypti. Por isso é muito importante que todos se mobilizem, evitando água parada em qualquer objeto e promovendo a destinação correta dos pneus”, disse.

A solicitação pode ser feita pelo telefone do Centro de Controle de Zoonoses (34) 3213-1470, ou pelo aplicativo Udi Sem Dengue, disponível para Android e iOS. Outra opção é levar o material em uma borracharia cadastrada ou diretamente ao Ecoponto do Industrial, localizado na avenida José Andraus Gassani, 4.655, das 7h30 às 17h30, de segunda a sexta-feira.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também