Notícias

Prefeitura realiza capacitação de implantação da segunda fase do eSocial

Troca de ideia entre os setores administrativos prepara os servidores sobre alterações com a implantação do recurso
4 de novembro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Valter de Paula - Secretaria de Governo e Comunicação/ PMU

Servidores da administração municipal participaram na tarde desta quinta-feira (4) de um treinamento sobre a implantação da segunda fase do eSocial por órgãos públicos. O eSocial é um instrumento para registro digital das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas ao Governo Federal. A reunião aconteceu para alinhar, entre os servidores responsáveis pelos setores de Recursos Humanos das secretarias, sobre como as informações passam a tramitar com o avançar da implementação do programa.

“Esse treinamento é importante porque se trata de uma obrigação do município. Além disso, todos esses trâmites digitalizados facilitam a vida do servidor, que pode realizar a maioria dos serviços pela internet”, afirmou o diretor administrativo de pessoal da Secretaria Municipal de Administração, Abel Melo Borges.

Um exemplo de como o fluxo de informação muda é o ponto eletrônico e o RH Online, informações que eram analógicas e passaram a ser digitais. Além disso, o servidor municipal já conta com serviços como cadastramento de atestado, pedido de férias e afastamento, consulta de 13º salário, tudo acessível pela internet. 

A implantação do eSocial para órgãos públicos começou em julho deste ano. A segunda fase está prevista para iniciar no dia 22 de novembro, quando será a vez encaminhar as informações dos servidores e as demais fases, em abril e julho de 2022, serão enviadas informações da folha de pagamento e, por fim, de saúde e segurança do trabalho.

Prefeitura realiza capacitação de implantação da segunda fase do eSocial 1
Foto: Valter de Paula – Secretaria de Governo e Comunicação/ PMU

eSocial

O eSocial é um instrumento para envio das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas do Governo Federal, que foi criado para unificar a prestação de informações pelo empregador em relação aos empregados. A implantação do sistema começou em 2018, para empresas privadas, e deve seguir até o ano que vem, com a finalização do último grupo a concluir as adequações.


Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também