Notícias

Programa do Dmae ganha prêmio estadual de Boas Práticas Ambientais

Escola Água Cidadã recebeu premiação do Sisema, que reconhece e valoriza iniciativas associadas a saneamento básico em Minas Gerais
4 de novembro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Divulgação/Dmae

O Programa Escola Água Cidadã (Peac), do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), está entre os ganhadores do Prêmio de Boas Práticas Ambientais do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema). A divulgação ocorreu nesta semana e a premiação será realizada no próximo dia 24, dentro da programação do 24º Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos.

Reconhecer, incentivar e divulgar as boas práticas, ações e projetos de conservação, preservação e recuperação do meio ambiente e dos recursos hídricos em Minas Gerais são os objetivos do prêmio. Em sua quinta edição anual, ele deu destaque a práticas e projetos associados ao saneamento básico no Estado.

O Peac integra as ações do pilar de sustentabilidade do Dmae, com atividades de educação ambiental e conscientização sobre o uso racional da água, preservação dos recursos hídricos, descarte correto de resíduos, conhecimento dos sistemas de tratamento de água e esgoto em Uberlândia.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Projetos de Educação Ambiental, Cláudio Oliveira Rocha, o Peac desenvolve ações com estudantes da pré-escola ao ensino superior, instituições e empresas.

“Procuramos alcançar toda a população de Uberlândia. Nesse contexto, as ações de educação ambiental assumem um papel estratégico de conscientização frente às questões ambientais, em evidência, neste século XXI”, afirmou.

Entre as atividades desenvolvidas pelo programa estão produção de material didático, exibição de filmes por meio do Cine Água, visitas às estações de tratamento de água, de esgoto e ao Museu da Água na sede do Dmae, teatro com a Turminha do Cerrado, jogos pedagógicos, brincadeiras educativas, palestras e oficinas.

Em 2019, o Peac atendeu cerca de 35 mil pessoas. A partir de 2020, com a suspensão das atividades externas, o programa passou a desenvolver ações na plataforma Google Classroom, com o projeto Educação Virtual. Em setembro deste ano, com o retorno das atividades presenciais, o Peac já atendeu mais de 6 mil pessoas.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também