Notícias

Aulas da rede municipal voltam a ser obrigatoriamente presenciais a partir desta terça (9)

Avanço da vacinação e queda no número de casos e mortes causadas pela Covid-19 possibilitaram a adoção da medida
8 de novembro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Com o avanço da vacinação e a queda no número de casos e mortes causadas pela Covid-19, as aulas da rede municipal de ensino voltam a ser obrigatoriamente presenciais a partir desta terça-feira (9). A medida foi divulgada pela secretária municipal de Educação, Tania Toledo, em coletiva de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira (8), no Centro Administrativo Municipal. A normativa que estabelece a medida será publicada na edição do Diário Oficial do Município de amanhã (9).

Entre os motivos que também influenciaram nesta decisão, conforme a secretária, além do recuo dos dados da pandemia, também está a baixa adesão ao sistema de aulas presenciais sem obrigatoriedade, adotado em outubro deste ano. “Antes desse período, estávamos com o sistema de rodizio, e tínhamos cerca de 30% dos alunos nas escolas. Com a liberação de 100%, esse número subiu para 43%, enquanto esperávamos que fossem acima dos 50% dos estudantes nas unidades”, disse a secretária Tania Toledo.

Durante a coletiva a secretária aproveitou para destacar que todas as medidas de biossegurança estão mantidas, como o distanciamento entre os alunos, a obrigatoriedade do uso de máscaras e o álcool em gel. Também foi destacado que o sistema remoto de ensino fica mantido para os alunos que se enquadrarem em qualquer grupo de risco, como os que contém algum tipo de comorbidade, por exemplo. Para isso, é necessária a apresentação do atestado médico nas respectivas escolas.

“As videoaulas estarão mantidas até o dia 20 de dezembro, não só para esses alunos que não podem ainda voltar às escolas, mas para todos, como um material de apoio e reforço para todos os nossos estudantes. Quero ressaltar também o importante do retorno dos nossos alunos às unidades, uma vez que o espaço serve, além da educação, para fortalecer o convívio social dessas pessoas que estão em formação. Para isso, contamos também com o apoio dos pais, orientando os filhos para que sigam as medidas de biossegurança”, finalizou a secretária.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também