Notícias

Profissionais do CIM participam de capacitação para nova unidade de internação

Capacitação acontece até o fim da semana para aproximadamente 200 profissionais
26 de novembro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Para continuar oferecendo um atendimento humano e de qualidade à população, os profissionais que atuaram na linha de frente do combate à Covid-19, no Centro de Internação Municipal (CIM), estão participando de uma capacitação a fim de aprimorarem os conhecimentos. Isso porque, a partir de 1º de dezembro, a unidade que durante um ano e três meses acolheu os pacientes exclusivamente com a doença será um novo local de atendimento para a comunidade.


A capacitação acontece até o fim da semana para aproximadamente 200 profissionais. Entre os temas abordados estão a Gestão de conflitos, passagem de plantão, Protocolo de transporte e registro seguro, entre outros.

“A preparação destes profissionais para atuarem diretamente com os pacientes da rede de urgência e emergência é imprescindível para que a saúde de Uberlândia continue sendo referência. Eles trabalharam bravamente no cuidado com os pacientes com Covid e agora vão continuar atuando com as demais enfermidades”, explicou o coordenador da rede de urgência e emergência, Clauber Lourenço.

O novo Centro de Internação será destinado aos pacientes das Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) que necessitarem de internação clínica. Ou seja, o local não será porta aberta à comunidade.

O CIM

O Centro de Internação Municipal (CIM) foi inaugurado em agosto de 2020 para dar suporte à rede municipal diante da grave situação da pandemia da Covid-19. O local recebeu pacientes da rede avaliados com grau baixo a moderado da doença.

Profissionais do CIM participam de capacitação para nova unidade de internação 1

Com mais de 100 leitos de enfermaria, nove de emergência e o trabalho de uma equipe multiprofissional desenvolvido pela Organização Social Missão Sal da Terra, foram maios de 3.400 atendimentos e 2.700 altas. Agora, toda essa estrutura será usada pela população em geral.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também