Notícias

Prefeitura passa a contar com a estrutura esportiva do Sesi Gravatás

Espaço com piscinas semiolímpicas e pista de atletismo concentrará alto rendimento do paradesporto, além de oferecer iniciação esportiva em seis modalidades
14 de dezembro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Prefeitura de Uberlândia, por meio da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel), e a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) firmaram nesta terça-feira (12) um acordo que beneficiará o esporte olímpico e paralímpico do município. Pela parceria, a maior parte da estrutura esportiva do Sesi Gravatás será alugada pela Futel pelo período de dez anos. A fundação utilizará o espaço para concentrar todas as atividades de alto rendimento de paradesporto oferecidas por associações parceiras, além de seis modalidades de iniciação esportiva olímpica e uma de qualidade de vida. O acordo foi assinado em solenidade com a presença do prefeito Odelmo Leão, pelo diretor-geral da Futel, Edson Zanatta, e pelo presidente da Fiemg Regional Vale do Paranaíba, Pedro Spina. O presidente do Praia Clube, Guto Braga, também participou dando anuência à parceria.

Ficam à disposição da Prefeitura, duas piscinas semiolímpicas, pista de atletismo, arena de areia, quatro quadras, campo society sintético, campo de grama natural, academia com equipamentos, sala de ballet, sala de funcional, sala de fisioterapia com equipamentos, salas de pilates, lutas e funcional, vestiários masculinos e femininos, banheiros, depósito e estacionamento. Todos esses espaços poderão ser utilizados de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, e, excepcionalmente, aos fins de semana, em caso de eventos e competições esportivas.

Prefeitura passa a contar com a estrutura esportiva do Sesi Gravatás 1

A estrutura do Sesi Gravatás será utilizada pela Futel já a partir do início de 2022, a princípio em seis modalidades de iniciação esportiva (vôlei, futsal, futebol, basquete, natação e atletismo), uma modalidade de qualidade de vida (hidroginástica) e seis de alto rendimento no paradesporto (atletismo, bocha, goalball, halterofilismo, natação e parabadminton).

No caso do paradesporto, as atividades são oferecidas por meio de parcerias entre a Futel, Praia Clube e quatro associações: o Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU), a Associação dos Paraplégicos de Uberlândia (Aparu), a Associação dos Deficientes Visuais do Triângulo Mineiro (Adevitrim) e a Associação dos Deficientes Visuais de Uberlândia (Adeviudi).

Segundo o prefeito Odelmo Leão, esse é um importante passo para que Uberlândia tenha o maior centro paralímpico do Brasil. “Hoje nossa cidade é referência no paradesporto de alto rendimento, com conquistas nas principais competições nacionais e internacionais. Com a assinatura desse contrato, portanto, a expectativa é que os paratletas se desenvolvam ainda mais, pois passarão a contar com uma estrutura completa para treinamento”, destacou.

Prefeitura passa a contar com a estrutura esportiva do Sesi Gravatás 2

Segundo o diretor geral da Futel, Edson Zanatta, a expectativa é que cerca de três mil pessoas participem das atividades de iniciação esportiva olímpica, qualidade de vida e alto rendimento paralímpico no Sesi Gravatás. “A partir do começo de 2022, nossos paratletas já passarão a treinar nesse espaço e a Futel abrirá matrículas para os interessados nas atividades de iniciação esportiva e qualidade de vida. A expectativa é alta, pois é um local com excelente estrutura e muito bem localizado, disse.

Com o alto rendimento do paradesporto concentrado no Sesi Gravatás, a estrutura do CIE (Centro de Iniciação ao Esporte) passará a receber exclusivamente as atividades de iniciação esportiva de paradesporto. Hoje o local também contempla o alto rendimento, assim como o UTC.

Prefeitura passa a contar com a estrutura esportiva do Sesi Gravatás 3

Potência nacional

Devido ao apoio oferecido pela Prefeitura de Uberlândia, o município se consolidou, nos últimos anos, como uma das principais potências nacionais no paradesporto. Somente em 2021, foram diversas conquistas nacionais e internacionais de associações parceiras da Futel, como as 123 medalhas no Meeting Loterias Caixa conquistadas pelas equipes Aparu/Futel e CDDU/Praia Clube/Futel, as cinco medalhas no Campeonato Brasileiro de Atletismo da CBDI (Confederação Brasileira de Desportos para Deficientes Intelectuais) pela Aparu/Futel, as três medalhas da CDDU/Praia Clube/Futel na Copa do Mundo de Halterofilismo, as duas medalhas por paratletas da Aparu/Futel e da CDDU/Praia Clube/Futel no Campeonato Brasileiro Masculino de Bocha Paralímpica, entre outras.

Em uma das competições mais recentes, o Campeonato Mundial de Para Halterofilismo, disputado em Tiblise, na Geórgia, a equipe CDDU/Praia Clube/Futel conquistou duas medalhas de ouro e foi responsável por compor mais de um terço da seleção brasileira, com oito paratletas entre os 23 convocados. Também foi neste ano que três paratletas de associações parceiras da Futel – Lara Lima (halterofilismo), Mateus Carvalho (bocha) e Rodrigo Parreira (atletismo) – representaram o Brasil nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e orgulharam todo o país.

Aprovação

A paratleta Lara Lima, que tem diversas conquistas nacionais e internacionais no halterofilismo, elogia a iniciativa.  “Para nós, que competimos no alto rendimento, ter à disposição uma estrutura como a do Sesi Gravatás à faz toda a diferença nos treinamentos. Estou muito feliz com essa novidade e tenho certeza que muitas conquistas virão no paradesporto e no esporte olímpico de Uberlândia”, destacou.

Doação do CINTESP

Também durante o evento, o Centro de Referência em Inovações Tecnológicas para Esportes Paralímpicos (CINTESP), instalado na Arena Sabiazinho, doou 4 calhas para a Bocha Paralímpica – Classe BC3. Os protótipos foram desenvolvidos pelo próprio CINTESP, que é parceiro da Prefeitura de Uberlândia, por meio da Futel.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também