Notícias

Uberlândia é a 3º cidade do interior do Brasil a mais gerar empregos em novembro

Caged divulgado pelo Ministério da Economia destaca o município à frente de 14 capitais brasileiras; também como a 2º cidade de Minas Gerais com mais geração de vagas
23 de dezembro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mesmo em um ano de desafios diante da pandemia do novo coronavírus, Uberlândia segue avançando em seu desenvolvimento. O município registrou, pelo sétimo mês consecutivo, saldo positivo na geração de empregos. O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (23) pelo Ministério da Economia, apontou 2.455 postos de trabalho criados neste mês de novembro na cidade.  Foram 212 vagas a mais comparadas ao mês anterior (outubro), quando o saldo positivo foi de 2.243.

O relatório do governo federal registrou 11.641 admissões em novembro e 9.186 demissões no 11º mês de 2021, que resultou no saldo positivo de 2.455 novos empregos. Com o desempenho, Uberlândia se destaca como a 3º cidade do interior do Brasil que mais gerou novos postos de trabalho, com as cidades como Campinas e Ribeirão Preto a frente do município. O balanço confere também à Uberlândia o 2º lugar em Minas Gerais tanto no mês apurado quanto no acumulado do ano (janeiro a novembro) e o 1º lugar dentre os municípios do interior do Estado.

Os setores que sobressaíram com maior empregabilidade contribuindo para o saldo positivo são de Serviços (+950), Comércios (+873), Agropecuária (+465) e Industria (+235). 

Acumulado do ano

Os novos dados do Caged também revelaram que, no acumulado de janeiro a novembro de 2021, já foram registrados 14.965 novos postos de trabalho. Com esses números, a cidade de Uberlândia está à frente de 13 capitais brasileiras e em 5º lugar dentre todas as cidades do interior brasileiro.

Confira os dados: http://pdet.mte.gov.br/novo-caged

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também