Notícias

Revitalizações e retorno presencial de visitações marcam ações da Cultura em 2021

Seis espaços culturais foram reestruturados com melhorias; exposições e outras atividades foram mantidas, sempre priorizando a biossegurança em prol da população
5 de janeiro de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Danilo Henriques – Secretaria de Governo e Comunicação/ PMU

Para a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, 2021 foi um ano de revitalizações de espaços e reaberturas para a visitação do público. A pasta seguiu possibilitando à população o acesso a vários serviços, sempre respeitando as recomendações sanitárias para garantir a segurança de todos.

Reformas e restaurações

Uma das obras feitas este ano foi a ampliação da Biblioteca Sucursal do bairro Presidente Roosevelt, que recebeu uma sala destinada às oficinas, contação de histórias e consultas em computadores. A reestruturação contou também com copa e banheiro, além de acessibilidade em todos os espaços.

Houve, ainda, o repasse de recurso para a reforma da Casa de Experimentações Artísticas, que está em andamento, e a aquisição de equipamentos de som e luz para o Teatro Municipal e o Cineteatro Nininha Rocha.

A Oficina Cultural e o Museu Municipal, como são imóveis tombados, passaram por reforma e manutenção com mão de obra especializada, que usa técnicas apuradas para manter a preservação dos espaços. Paredes, esquadrias, telhado, piso e escadas receberam benfeitorias.

Casa da Cultura e Museu Municipal

A Casa da Cultura, que oferece exposições, recitais, música, teatro, audições e outras atividades culturais, recebeu cerca de mil visitantes durante o ano. Já o Museu Municipal, depois de passar pela reforma e ser reaberto ao público, teve mais de 1.300 visitas monitoradas. Este ano, a população também pôde visitar exposições na Oficina Cultural e no Espaço Cultural do Mercado.

Revitalizações e retorno presencial de visitações marcam ações da Cultura em 2021 1
Oficina Cultural e Casa Cultural de Uberlândia, inaugurados em 1909, são patrimônios históricos da cidade e sediam diversos eventos culturais todos os anos.

Apoio a pesquisadores e artistas

O Arquivo Público Municipal, que reúne milhares de fotos, documentos e mídias que retratam a história de Uberlândia, continuou fazendo o atendimento a pesquisadores. Também foram disponibilizados espaços para gravações e transmissões de lives, e a classe artística não ficou sem apoio, usando salas de audições e palcos para pequenos recitais com agendamento, no Teatro de Bolso do Mercado Municipal, sala Roberto Rezende na Oficina Cultural, salão nobre na Casa da Cultura, Cineteatro Nininha Rocha, Teatro Municipal, Centro de Artes e Esporte Unificados (CEU) Campo Alegre e CEU Shopping Park.

Revitalizações e retorno presencial de visitações marcam ações da Cultura em 2021 2

Biblioteca Pública Municipal Juscelino Kubitschek

A Biblioteca Pública Municipal Juscelino Kubitschek emprestou mais de 6 mil livros em 2021, de um total de 40 mil de seu acervo. Isso sem falar dos mais de 7.500 atendimentos feitos a pessoas que usam o espaço para estudar. As instalações, no Centro Municipal de Cultura, contam com uma sala inclusiva, onde são disponibilizados livros em braile; uma área de cultura digital para pesquisas; além de espaço infanto-juvenil.

Revitalizações e retorno presencial de visitações marcam ações da Cultura em 2021 3

A Biblioteca completou 81 anos em 2021 e não ficou dentro de quatro paredes. O Ônibus Biblioteca, um serviço itinerante de empréstimos gratuitos, circulou pela cidade e levou a literatura para pelo menos 740 pessoas.

Na Biblioteca Sucursal do bairro Presidente Roosevelt e na Biblioteca do Centro de Artes e Esporte Unificados Olímpio Silva – Pai Nêgo (CEU Shopping Park), além do empréstimo de livros, foram feitos bazares, reuniões, oficinas de dança e exposições.

Para a secretária municipal de Cultura e Turismo, Mônica Debs, o ano foi de adaptação e também de muito trabalho. “Nós não paramos em momento algum, sempre agindo de acordo com as deliberações, prezando pela saúde e segurança da população. Nem que fosse para poucas pessoas por vez, em respeito às normas, a arte e a cultura continuaram vivas”, disse.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também