Notícias

Coleta seletiva tem aumento de 30% em 2021 em relação à 2020

Foram recolhidos 3,5 milhões de quilos durante o ano; em 2020, foram coletados 2,6 milhões de quilos
26 de janeiro de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Coleta Seletiva do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) registrou um aumento de 30,1% em 2021, em relação à 2020. No ano anterior, a autarquia realizou a coleta de 2.699.823 kg de resíduos, enquanto em 2021 o total anual foi de 3.515.108 kg, resultando em um aumento de 815.285 kg. Já a coleta de lixo convencional teve uma queda de 4,6%, tendo 214.194,690 ton recolhidos em 2020 e 206.645,120 ton em 2021.

Segundo o supervisor de resíduos sólidos do Dmae, Arthur Rosa Públio, o aumento da Coleta Seletiva ocorreu pelas ampliações realizadas ao longo de 2020 e foram finalizadas em agosto de 2021. “O aumento da Coleta Seletiva em 2021 está totalmente relacionado à ampliação. Em janeiro de 2020, eram 29 bairros atendidos e em agosto do ano seguinte, ficou em 61 bairros”, disse.

Para Públio, a expectativa é que os números da coleta aumentem ainda mais em 2022. “Neste ano, planejamos alcançar um aumento de 10% em relação ao ano passado na cobertura dos bairros. E os números do recolhimento da coleta seletiva devem crescer”.

Coleta Convencional

Em relação à redução na quantidade da coleta de lixo convencional, o supervisor lembrou que o ano de 2020 foi atípico, por ter sido o começo da pandemia de Covid-19. “Nesse período inicial da pandemia, a maioria das pessoas passou a ficar em casa e trabalhar de home office, o que ocasionou um aumento do lixo comum. No ano passado, com a volta ao trabalho e redução do tempo de permanência em casa, registramos uma queda na produção do lixo convencional”, disse o supervisor.

Funcionamento da Coleta Seletiva

O ‘ecocaminhão’ recolhe os materiais recicláveis (papel, plástico, vidro e metal), uma vez por semana nas ruas dos bairros atendidos e, na região central, o caminhão passa diariamente. O veículo tem a logomarca da coleta seletiva e emite uma sonorização peculiar, avisando os moradores que a coleta seletiva está passando próximo à residência, para que eles coloquem o saco com os materiais recicláveis na rua.

Veja no link abaixo (site do Dmae) os dias da coleta seletiva em seu bairro:

Coleta Seletiva

O que destinar à coleta seletiva

– Papel, vidro, plástico e metais

– Óleo de cozinha usado (guardado em garrafas pet)

Cuidados na hora da separação do material reciclável

 – Plásticos: lave-os bem para que não fiquem restos do produto dificultando a triagem e o aproveitamento do material

– Vidros: lave-os bem e retire as tampas

– Latinhas de refrigerantes, cervejas e enlatados devem ser amassados ou prensados para facilitar o armazenamento

– Tetrapak: lave-as bem para evitar mau cheiro, a contaminação de outros itens recicláveis e surgimento de ratos e baratas

– Deixe todas as embalagens bem secas antes do descarte, seja qual for o material a ser reciclado

OBS: Não é necessária a separação do material reciclável por tipo, somente separar o material seco e úmido (orgânico – destinado à coleta convencional).

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também