Notícias

Uberlândia tem saldo de mais de 14 mil empregos em 2021

Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, resultado anual é o melhor desde 2010; cidade foi a 3º do interior do Brasil a mais gerar empregos
31 de janeiro de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mesmo com os desafios enfrentados para a retomada da economia diante da pandemia de Covid-19, Uberlândia passou por 2021 com um saldo anual de 14.143 postos de trabalho gerados, alcançando o posto de 3º cidade do interior do Brasil a mais gerar empregos. Conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, divulgado nesta segunda-feira (31) pelo Ministério do Trabalho e Previdência, o resultado é o melhor registrado desde 2010. Naquele ano, durante o segundo mandato do prefeito Odelmo Leão, o saldo dos 12 meses ficou em 15.192.

“Em um cenário nos impõe tantas adversidades, sabemos que manter postos de trabalho aberto não é tarefa fácil. Portanto, como sempre, nos colocamos à frente de políticas de estímulo à economia para apoiar nossa população em todos os setores. Vejo também que o município estar à frente de um equipamento tão importante quando o escritório local do Sistema Nacional de Empregos nos auxiliou nesse cenário, uma vez que pudemos acompanhar mais de perto as oportunidades do mercado de trabalho e ampliar nossas ações nesse sentido”, disse o prefeito Odelmo Leão.

Cidade fortalecida

No balanço final do ano, houve 128.774 contratações e 114.631 demissões. Os dois setores que mais contrataram foram “Serviço” (+7.178) e “Comércio” (+3.130). Na sequência, estão “Construção” (+2.034), “Indústria” (1.193) e “Agropecuária” (+608).

Ainda considerando o acumulado de 2021, Uberlândia ocupa a 21ª posição entre as cidades que mais geraram emprego no Brasil, ficando à frente de 11 capitais- entre as quais estão Florianópolis (SC), Campo Grande (MS), Teresina (PI), Vitória (ES) e Natal (RN). O município ainda é o terceiro em geração de emprego no interior do país e o segundo de Minas Gerais.

Além dos investimentos em qualidade de vida (como obras de mobilidade urbana, educação, saúde, desenvolvimento social) e das mediações realizadas junto aos diversos segmentos da economia, a Prefeitura desenvolve políticas específicas para apoiar pequenas e médias empresas locais.

Proximidade com empregadores

Desde agosto de 2020, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação passou a administrar a unidade do Sine, em uma ampla estrutura localizada na rua São Francisco de Assis, nº 1.070. Desde então, foi desenvolvido um modelo que aproxima os candidatos das vagas disponíveis na cidade, além de aprimorar a capacitação da comunidade por meio das dezenas de cursos disponíveis nos Centros Profissionalizantes. 

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também