Notícias

Prefeitura realiza ação sobre resiliência para jovens cautelados em centro socioeducativo

Programa Caravana de Prevenção às Drogas foi aplicada nesta quarta (9) para acolhidos no Polo de Evolução de Medidas Socioeducativas (Pemse)
9 de março de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Com o objetivo de amparar e ampliar o olhar de crianças e jovens para uma vida melhor e mais cidadã, a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria Municipal de Prevenção às Drogas, Defesa Social e Defesa Civil, realizou, nesta quarta-feira (9), mais uma ação do programa Caravana de Prevenção às Drogas que leva oficinas culturais e palestras à jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social.

Desta vez, 11 jovens, entre 13 e 19 anos, cautelados no Polo de Evolução de Medidas Socioeducativas (Pemse) em Uberlândia, participaram da palestra sobre “Resiliência” ministrada pela psicóloga da pasta, Maria de Lourdes Pereira Costa. Segundo a profissional, a ação visa solidificar valores de adaptação e equilíbrio para superarem as dificuldades. “É um trabalho dinâmico, realizado por meio da psicoeducação, que tende a mostrar a importância da resiliência para estes adolescentes que, por alguma infração de menor potencial, estão aqui e precisam ressignificar suas vidas, seus caminhos, histórias e vivencias negativas”, pontuou a psicóloga.

Com um mês cautelado na instituição, o jovem Leonardo (nome fictício), de 17 anos de idade, participou da oficina e vislumbra as possibilidades de mudar de vida. “Tudo isso é importante para o nosso futuro. Crescer na vida, ganhar experiência, saber lidar com as coisas. Torço e me esforço pra que eu consiga”, pontuou o adolescente. 

Caravana de Prevenção

O Projeto Caravana de Prevenção às Drogas agrega um conjunto de ações de prevenção ao uso indevido de drogas lícitas e ilícitas. O objetivo é promover a cidadania do público escolar infantojuvenil, abrangendo os respectivos familiares, gestores, educadores e colaboradores das redes pública e privada de ensino. As ações realizadas em cada escola, no período de uma semana, aliam-se a outras estratégias de proteção e redução de risco, já desenvolvidas pelo poder público em Uberlândia.

Ao prestar esclarecimentos e estimular reflexões sobre a temática, junto aos estudantes e demais membros da comunidade escolar, o projeto contribui para a formação de multiplicadores na prevenção ao uso de substâncias psicoativas. Com isso, o projeto oferece suporte à toda a sociedade no enfrentamento e a consequente redução dos índices de dependência química no município.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também