Notícias

Futel desenvolve trabalho de mobilidade com deficientes visuais

Atividade é oferecida gratuitamente, de terça a quinta-feira, no Parque do Sabiá
17 de março de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Com o objetivo de facilitar o cotidiano dos deficientes visuais, a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel), desenvolve um projeto gratuito de orientação, mobilidade e caminhada orientada voltado exclusivamente a pessoas cegas ou com visão parcial. A atividade é oferecida no Parque do Sabiá, de terça a quinta-feira, das 8h às 12h30. Atualmente, há 15 participantes.

O projeto tem parceria com a Associação dos Deficientes Visuais de Uberlândia (Adeviudi) e a Associação dos Deficientes Visuais do Triângulo (Adevitrim). Para participar ou obter informações, basta entrar em contato pelo telefone (34) 9.9196-9974.

“As atividades são oferecidas nas áreas interna e externa do Parque do Sabiá, com o objetivo de oferecer mais segurança aos deficientes visuais em seus movimentos e, principalmente, na caminhada. Com isso, eles passam a se sentir mais confiantes para realizar atividades cotidianas dentro e fora de casa”, ressaltou a educadora física da Futel, Marilena Bucci, que está à frente da iniciativa.  

Os participantes são encaminhados pela Adeviudi e pela Adevitrim e, assim que chegam ao Parque do Sabiá, são avaliados por profissionais de educação física. “Por meio dessa avaliação, conseguimos analisar a atual mobilidade do deficiente visual e, a partir disso, planejar o trabalho individual a ser desenvolvido em cada caso”, destacou Marilena.

Aprovação

Os participantes elogiam a iniciativa. “Já estou no projeto há dois meses e tem sido ótimo, especialmente porque desde que comecei a frequentar a atividade, passei a me sentir mais independente”, disse Jessivaldo Pereira Nascimento.

“É um trabalho importante, que dá motivação, segurança e independência. Isso faz toda a diferença em nossas vidas, pois melhora a autoestima e evita o isolamento”, elogiou Marcos Antônio Rodrigues.

“Fico muito feliz com a realização desse trabalho e só tenho a agradecer a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Futel, e as associações parceiras pela iniciativa”, completou Wesley Silva.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também