Notícias

Nova Estação de Tratamento de Esgoto entra em pré-operação em Martinésia

ETE Compacta em polipropileno tem capacidade de atender 800 habitantes e opera por mais de 25 anos sem necessidade de manutenção
18 de março de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Já está em pré-operação a nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Distrito de Martinésia. Ela tem capacidade de atender cerca de 800 habitantes e vai substituir a anterior, que apresentava pontos de corrosão e desgaste pelo uso do tempo.  O Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) optou pelo modelo compacto, feito em polipropileno com capacidade de operação por mais de 25 anos sem necessidade de manutenção.

O gerente de tratamento de esgoto do Dmae, Marcelo Costa, destacou os benefícios e as características da nova ETE. A estação conta com sistema preliminar composto de gradeamento, caixa de gordura e areia; dois reatores anaeróbios; dois filtros biológicos e um sistema de queima de biogás. “Em matéria de saneamento, esta é a melhor tecnologia que existe atualmente. Feita em polipropileno, um polímero plástico de alta resistência, que proporciona mais segurança e garante resistência e durabilidade”, disse.

Nova Estação de Tratamento de Esgoto entra em pré-operação em Martinésia 1

A nova estação é de tipo modular, ocupa uma área aproximada de 1 mil metros quadrados. Dentre suas características, estão a facilidade de ampliação e segurança da operação e da manutenção. “O filtro biológico da estação possui malha filtrante, aumentando assim, a retenção de sólidos presentes na carga orgânica”, explicou.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também

All articles loaded
No more articles to load