Notícias

Futel tem atletas com Síndrome de Down em diversas modalidades

Alunos destacam a importância do esporte em suas vidas no Dia Internacional da Síndrome de Down, comemorado nesta segunda (21)
21 de março de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Comemorado nesta segunda-feira (21), o Dia Internacional da Síndrome de Down tem o objetivo de dar maior visibilidade às pessoas com essa alteração genética, além de romper preconceitos. Em Uberlândia, são muitos os portadores da Síndrome de Down que encontraram nas atividades oferecidas pela Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) uma forma de se divertir, cuidar da saúde física e mental e alcançar resultados cada vez mais expressivos em competições regionais, estaduais e nacionais.

Um dos exemplos é Daniel Borges, pentacampeão brasileiro de Karatê PcD (Pessoa com Deficiência). “O karatê é um grande marco em minha vida, pois desde criança o meu grande sonho foi me tornar o que sou hoje, um faixa preta com importantes conquistas no esporte. Além disso, sou muito feliz por ter a capacidade de fazer qualquer coisa, sempre com dedicação e força de vontade”, disse.

Na natação, oito atletas – Andressa Rodrigues, Maximiliano Silva, Gustavo Anchieta, Wendel Nascimento, Tânia França, Tatiane Gonçalves, Gabriel Gonçalves e Luís Eduardo Ribeiro – já se destacaram em diversos festivais e competições da modalidade. “Para mim, o esporte é muito importante, porque ele significa saúde, diversão e encontro com meus amigos”, ressaltou Andressa.

Futel tem atletas com Síndrome de Down em diversas modalidades 1

Há ainda outros atletas que se destacam na iniciação esportiva e no alto rendimento da Futel, inclusive Gabriel Abreu, que já foi vice-campeão brasileiro na prova de 1.500 metros rasos no atletismo paralímpico.

O diretor geral da Futel, Edson Zanatta, parabeniza os atletas pelo Dia Internacional da Síndrome de Down. “Eles nos orgulham muito, não apenas pelos resultados alcançados no esporte, mas por suas histórias de vida. São pessoas que nos mostram todos os dias que diferença não significa limitação e que o trabalho de inclusão desenvolvido pela Prefeitura de Uberlândia faz toda a diferença na vida das pessoas”, completou.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também