Notícias

Produtos de tecnologia assistiva são lançados no Sesi Gravatás

Projetos em parceria com a Futel apresentaram, em evento nesta segunda, 21 equipamentos para facilitar o cotidiano de PcD e paratletas de alto rendimento
28 de março de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Os projetos apoiados pela Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) em prol do paratletismo já têm apresentado resultados significativos. Nesta segunda, 21 produtos desenvolvidos pela parceria da fundação com o Centro Brasileiro de Referência em Inovações Tecnológicas para Esportes Paralímpicos (Cintesp.Br) foram apresentados no evento “LANCE PcD 2022”. A ação aconteceu no Sesi Gravatás, com o objetivo de facilitar o cotidiano de deficientes físicos, em especial no paradesporto.

Os produtos apresentados durante o evento incluem novos modelos de cadeiras de rodas, voltadas ao paradesporto de alto rendimento, além de equipamentos e acessórios que poderão ser utilizados na prática de atividades como arremesso paralímpico, atletismo, bocha paralímpica, ciclismo, basquete, esgrima e natação. Os produtos, que em breve poderão ser adquiridos a preço acessível, foram testados por paratletas de Uberlândia e outras cidades brasileiras e visam proporcionar melhor desempenho em diversas modalidades.

Produtos de tecnologia assistiva são lançados no Sesi Gravatás 1
Foto: Valter de Paula – Secretaria de Governo e Comunicação / PMU

Durante a solenidade, uma cadeira de rodas foi testada em uma apresentação feita pelo paratleta Jovane Guissone, um dos principais nomes do Brasil na esgrima paralímpica. Ele aprovou o equipamento e espera poder utilizá-lo em competições internacionais já a partir do próximo mês.

Segundo o coordenador do Cintesp.Br, Cleudmar Araújo, o evento é um marco nacional para a tecnologia assistiva. “Temos uma rede de parceiros e financiadores que depositam confiança na ciência, nos pesquisadores e nas ações já desenvolvidas em Uberlândia em prol do esporte paralímpico e inclusão de pessoas com deficiência, mobilidade reduzida e doenças raras. Nosso objetivo é que um lançamento dessa proporção possa se repetir anualmente, sempre com o apoio incondicional da Prefeitura de Uberlândia, por meio da Futel, da UFU e de nossos apoiadores e financiadores”, ressaltou.

O “LANCE PcD 2022” também marcou a criação de uma rede colaborativa entre Cintesp.Br, Futel, Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Praia Clube, Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU), Associação dos Paraplégicos de Uberlândia (Aparu), Associação dos Deficientes Visuais do Triângulo Mineiro (Adevitrim) e Associação dos Deficientes Visuais de Uberlândia (Adeviudi), com o objetivo de fomentar o desenvolvimento de tecnologias assistivas em Uberlândia.

Produtos de tecnologia assistiva são lançados no Sesi Gravatás 2
Foto: Valter de Paula – Secretaria de Governo e Comunicação / PMU

Compromisso

O diretor geral da Futel, Edson Zanatta, que representou o prefeito Odelmo Leão no evento, destacou o compromisso da Prefeitura de Uberlândia com os deficientes físicos. “No caso do paradesporto, por exemplo, a Futel disponibiliza, junto a associações parceiras, 580 vagas na iniciação esportiva e no alto rendimento nas modalidades de atletismo, bocha, goalball, halterofilismo, iniciação ao paradesporto, natação, parabdminton e paradesporto escolar. Temos, também, uma importante parceria com o Praia Clube, firmada no ano passado com o objetivo de fomentar o alto rendimento tanto no esporte olímpico quanto no paradesporto”, destacou.

O apoio da Prefeitura de Uberlândia ao paradesporto é fundamental para fazer do município uma referência nacional em diversas modalidades. Somente no ano passado, a equipe CDDU/Futel teve seis representantes nos Jogos Paralímpicos de Tóquio: Lara Lima (halterofilismo), Mateus Carvalho (bocha), Oscar Carvalho (assistente esportivo de bocha), Jovanna Costa (assistente esportiva de bocha), Weverton Santos (treinador do halterofilismo) e Vander Fagundes (fisioterapeuta). A Aparu/Futel também marcou presença na principal competição de paradesporto do planeta, com o paratleta Rodrigo Parreira (atletismo).

Uberlândia também foi representada na competição pelo Praia Clube. Um dos destaques foi o nadador Gabriel Bandeira, que individualmente conquistou uma medalha de ouro nos 100 metros borboleta e duas medalhas de prata nos 200 metros livre e 200 metros medley. Além disso, a equipe praiana, formada por Gabriel Bandeira, Laila Abate e Gabriel Melone, conquistou duas medalhas de bronze, no revezamento 4×50 livre e no revezamento 4×100 misto.

Do Praia Clube, ainda estiveram na competição o tenista Gustavo Carneiro, os nadadores João Pedro de Oliveira, Ruan Felipe de Souza e Vanilton do Nascimento Filho e o treinador Alexandre Vieira. Também de Uberlândia, fizeram parte da delegação brasileira o chefe de missão, professor Alberto Martins da Costa, e o coordenador técnico de halterofilismo, Silvio Soares dos Santos.

Entrega de livros

Produtos de tecnologia assistiva são lançados no Sesi Gravatás 3
Foto: Valter de Paula – Secretaria de Governo e Comunicação / PMU

Também durante o evento, o Cintesp.Br entregou à secretária municipal de Educação, Tânia Toledo, livros com temas ligados à inclusão por meio da acessibilidade, ilustrados por alunos da rede municipal e de projetos sociais de Uberlândia. As ilustrações foram feitas no ano passado, a partir de uma iniciativa desenvolvida pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações nas instituições de ensino.

Cintesp.Br

O Cintesp.Br é um centro multidisciplinar de pesquisadores que desenvolvem inovações tecnológicas voltadas, sobretudo, ao paradesporto. Suas pesquisas são desenvolvidas em instalações na Arena Sabiazinho e na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e são direcionadas, supervisionadas e implementadas para pessoas com deficiência, em especial os paratletas.

O centro funciona por meio de uma parceria entre Futel, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), a UFU, a Rede Mineira de Tecnologia Assistiva (RMTA), a Rede Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologia Assistiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e o Centro Nacional de Referência em Tecnologia Assistiva (CNRTA/CTI Campinas).

A parceria com a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Futel, foi firmada em 2019, durante o Fórum Nacional Cintesp.br e Mostra de Inovações Tecnológicas Assistivas para Esportes e Saúde, realizados na Arena Sabiazinho. O evento contou com a presença de diversas autoridades, inclusive o prefeito Odelmo Leão e o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, astronauta Marcos Pontes.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também