Notícias

Futel desenvolve trabalho com foco na saúde e socialização de atletas autistas

São 42 alunos, entre crianças e adolescentes, atendidos em diversas modalidades
1 de abril de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Com o trabalho da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel), crianças e adolescentes autistas encontraram no esporte uma oportunidade para cuidar da saúde física e mental e se socializar. Neste sábado (2) é comemorado o Dia Mundial da Conscientização sobre o Autismo, data instituída em 2007 com o objetivo de reduzir a discriminação e o preconceito que cercam as pessoas afetadas pelo transtorno.

Atualmente a Futel tem 42 alunos com autismo, em diversas modalidades esportivas. Um deles é o Abraão Antônio Souza Honório, 7 anos, aluno de judô no Poliesportivo Luizote de Freitas e de atletismo no Sesi Gravatás. Segundo Gracielle Lopes Pereira de Souza, mãe de Abraão, o esporte desempenha um papel muito importante na vida do garoto.

“O esporte tem colaborado muito pra ele se socializar e interagir, além de saber cumprir combinados e regras. Essas crianças muitas das vezes têm um alto nível de estresse e ansiedade acumulados e algumas delas não sabem como colocar isso para fora. No esporte, elas conseguem liberar endorfina e, a partir disso, se sentem mais alegres e leves”, destacou.

Futel desenvolve trabalho com foco na saúde e socialização de atletas autistas 1

Angélica Lemos Azambuja, mãe de Pedro Azambuja, 8 anos, também ressalta os benefícios da prática esportiva. “Pedro faz aulas de futebol no Poliesportivo Luizote de Freitas e aulas particulares de natação. Ele ama o esporte, e participar dessas atividades tem sido muito importante para aumentar sua autoestima e fazer com que ele se adapte ao ambiente ao seu redor”, ressaltou.

O diretor geral da Futel, Edson Zanatta, destaca a importância do trabalho de inclusão desenvolvido pela Prefeitura de Uberlândia. “Esse tipo de iniciativa é capaz de transformar vidas, como as dos nossos 42 alunos com autismo e 20 com Síndrome de Down. Eles são verdadeiras inspirações para todos nós e enchem nossa cidade de orgulho”, completou.

Futel desenvolve trabalho com foco na saúde e socialização de atletas autistas 2
Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também