Notícias

Uberlândia segue no topo do Mapa do Turismo Brasileiro

Cidade permanece pelo segundo levantamento consecutivo na categoria A; em Minas Gerais, apenas três cidades compartilham esta classificação
11 de abril de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Uberlândia figura entre as cidades mais bem preparadas para receber os turistas do país e estrangeiros, classificada na categoria A segundo o Mapa do Turismo Brasileiro 2022, divulgado pelo Ministério do Turismo (MTur). Este é o segundo levantamento consecutivo em que o município recebe a classificação. O último levantamento do MTur foi correspondente ao intervalo de 2019 – 2021.

No estado de Minas Gerais, entre 567 municípios cadastrados no Mapa, apenas três cidades foram classificadas na categoria A, sendo elas, Uberlândia, Belo Horizonte e Poços de Caldas. De acordo com o ranking, no ano de 2021, Uberlândia recebeu mais de 584 mil visitantes domésticos e 18 mil internacionais e contava com 54 estabelecimentos de hospedagens, que geraram 907 empregos diretos. 

“Temos uma forte tradição no turismo de negócios, mas também nos destacamos também pela nossa história, religiosidade, cultura e lazer. Depois desses dois anos em que a pandemia impactou, principalmente, este setor, nos mantermos com essa classificação mostra que estamos no caminho certo com nossas políticas públicas para estruturação da cidade, para um crescimento sustentável e pela preservação da história do nosso povo”, destaca o prefeito Odelmo Leão.

De acordo com a secretária municipal de Cultura e Turismo, Mônica Debs, o reconhecimento em nível nacional de Uberlândia é motivo de muita comemoração pela administração municipal e reflexo também de políticas públicas voltadas para o setor. “Recebemos esta classificação com muita honra e estamos preparados para recebermos os turistas em vários tipos de evento, com estrutura e logística adequadas”, disse.

Mapa do Turismo Brasileiro

O Mapa do Turismo Brasileiro agrega municípios que consideram o setor turístico estratégico para o desenvolvimento. Nele, as cidades são classificadas entre A e E. De posse desta classificação, o gestor público pode avaliar o desempenho do seu município no turismo, orientando ações para o desenvolvimento do setor.

A classificação leva em consideração itens como quantidade de estabelecimentos de hospedagens e de empregos nestes estabelecimentos, estimativas de visitantes domésticos e internacionais realizadas pelo MTur e arrecadação de impostos federais nos meios de hospedagem informada pela Receita Federal.

As inscrições para fazer parte do ranking foram feitas pelas cidades na plataforma Sismapa, do MTur entre fevereiro e março deste ano e a divulgação aconteceu no final de março. Para se cadastrar, os municípios tiveram que atender a critérios como possuir um órgão de turismo e orçamento definido para investimentos e ter Conselho Municipal de Turismo ativo.

Saiba mais: http://www.mapa.turismo.gov.br

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também