Notícias

Ações da Prefeitura em saúde são classificas como referência para a América Latina

Iniciativas constam no Prêmio 2021 – APS forte no SUS – Integralidade no cuidado”, realizado pela Opas e MS
25 de abril de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Cinco iniciativas da Prefeitura Municipal de Uberlândia (PMU), dedicadas à Atenção Primária à Saúde, foram reconhecidas entre 1.151 ações pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e pelo Ministério da Saúde (MS) por garantirem o acesso da população aos sistemas e serviços de saúde. Ações como a de Uberlândia foram reconhecidas por terem alto potencial de replicabilidade e responderem de forma inovadora aos desafios cotidianos em saúde vivenciados no SUS.

As experiências estão relatadas na edição especial do “Prêmio 2021 – APS forte no SUS – Integralidade no cuidado”. A intenção da Opas e do MS é que as ações relatadas, a exemplo de Uberlândia, sejam replicadas tanto no Brasil, quanto em outros países da América Latina, ampliando o acesso à saúde e fortalecendo a continuidade do cuidado das populações, sobretudo daquelas em situação de vulnerabilidade social.

As práticas de Uberlândia foram inscritas de acordo com eixos temáticos. Elas foram consideradas estratégicas por garantirem o acesso das pessoas aos sistemas e serviços de saúde, promovendo a vigilância e a prevenção de doenças e de fatores de risco, além da assistência para a população.

No tema Integralidade e Equidade, está a inserção de agentes comunitárias de saúde haitianas para garantir a acessibilidade, principalmente das mulheres, aos serviços de saúde. No eixo Atenção Integral nos Ciclos de Vida (adolescentes, saúde do homem e da pessoa idosa), destacaram as ações de Uberlândia com a implantação do contraceptivo subcutâneo na área de abrangência do bairro Canaã, a acessibilidade e a construção do cuidado integral na saúde do homem e a supervisão clínica à saúde da pessoa idosa. 

Ações da Prefeitura em saúde são classificas como referência para a América Latina 1
Foto: Danilo Henriques/Secretaria de Governo e Comunicação

Em relação à promoção da saúde, o trabalho de prevenção ao tabagismo durante a pandemia da Covid-19, que passou do presencial para o online, também está entre as práticas selecionadas.

Prêmio APS forte no SUS

O “Prêmio APS forte no SUS” é promovido pela Opas e pelo MS para identificar e valorizar experiências inovadoras na atenção primária à saúde e teve sua terceira edição em 2021. O Prêmio ressalta práticas desenvolvidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) que ultrapassam os cuidados físicos, considerando influências culturais e sociais nos quais os indivíduos estão inseridos. Estas ações também são feitas de forma articulada com os outros pontos da rede assistencial para ampliar a capacidade de resolução das necessidades de saúde dos usuários.

Neste ano, 1.151 relatos foram enviados por profissionais da saúde e gestores de todo país para concorrer ao Prêmio e 12 foram classificados como finalistas. No caso de Uberlândia, o Município ficou entre 166 experiências selecionadas por representarem um conjunto de ações e diretrizes da área preconizadas pelas políticas nacionais no âmbito da Atenção Primária à Saúde.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também