Notícias

Secretaria Municipal de Saúde realiza capacitação com colaboradores da rede

Profissionais conheceram o fluxo e o espaço do Campus de Atendimento à Pessoa com Deficiência e trocaram conhecimentos durante outros seminários
29 de abril de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promove constantemente a capacitação dos colaboradores com o propósito de promover novos conhecimentos e habilidades às equipes e, consequentemente, aperfeiçoar os serviços em saúde. Na sexta-feira (29), supervisoras e gerentes das unidades de saúde da atenção primária participaram de um seminário e conheceram o Campus Municipal de Atendimento à Pessoa Com Deficiência (CMAPCD).  

O objetivo do encontro, de acordo com referência técnica da Rede de Cuidado da Pessoa com Deficiência, Junia Benedita Souto Oliveira, é reforçar o fluxo dos atendimentos, critérios de elegibilidade, funcionamento da estrutura, além das perspectivas dos novos atendimentos. 

“Nossa intenção é levar a sensibilização sobre os atendimentos no espaço. Queremos que as crianças e as famílias recebem os melhores cuidados e tenha a possibilidade de serem inseridas na sociedade”.

Secretaria Municipal de Saúde realiza capacitação com colaboradores da rede 1
Foto: Araípedes Luz/Secretaria de Governo e Comunicação

 O Campus Municipal de Atendimento à Pessoa Com Deficiência foi restruturado em 2021 e passou a ser gerido pela Secretaria Municipal de Saúde. Um novo modelo de encaminhamento e atendimento passou a funcionar e ser testado com as escolas municipais e unidades de Atenção Primária no Setor Sul de Uberlândia. Agora, após este tempo de organização do novo modelo, o atendimento poderá ser feito para outros setores da cidade. 

Educação Permanente

Os colaboradores também participaram dos seminários sobre Supervisão Clínica em Saúde do Idoso e Prevenção de Acidentes e Adoecimentos no Trabalho. Nestas capacitações são oferecidas estratégias ativas de aprendizagem, favorecendo a aquisição de conhecimentos, atitudes e habilidades, conforme explicou o coordenador de Educação Permanente, José Luiz Calixto Pereira.

 “Estes seminários são uma forma de compartilharmos conhecimentos. Exemplo disso são as supervisões clínicas na qual uma equipe de atenção primária fica responsável por apresentar um caso que será discutido e estudado. A equipe mediadora se reúne e faz a seleção de um paciente, apresenta a condição e discute com os representantes das demais unidades a elaboração do plano de cuidados”.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também