Notícias

Uberlândia recebe menções honrosas em premiação estadual da AMM

Durante a 10ª edição do Prêmio Mineiro de Boas Práticas na Gestão Municipal, cidade concorreu em duas categorias
1 de junho de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Divulgação / PMU

A Prefeitura de Uberlândia participou, nesta quarta-feira (1º), da 10ª edição do Prêmio Mineiro de Boas Práticas na Gestão Municipal, realizada em Belo Horizonte. A premiação, promovida pela Associação Mineira de Municípios (AMM), aconteceu durante o 37º Congresso Mineiro de Municípios, que incentiva as prefeituras a contribuírem para a modernização de suas gestões e a melhorarem a qualidade dos serviços públicos prestados à população.

O município foi finalista nas categorias Assistência Social e Saúde, com os projetos: “Condomínio do Idoso” e “Cuidando de pessoas com Diabetes Mellitus no município de Uberlândia”, respectivamente, e recebeu menções honrosas pelas duas participações.

No evento, a cidade esteve representada pelo assessor jurídico de Gestão Estratégica, Jhonatan Cândido Felix, pela coordenadora da Atenção Primária da Organização Social Missão Sal da Terra, Melyne Serralha Rocha, pela enfermeira de apoio à Atenção Primária, Poliana Castro Bonati, pela médica Ana Paula Fortes, pela coordenadora do Centro de Convivência, Andressa dos Santos Coelho, e pelas assessoras de Proteção Social Básica, Josefina Maria dos Reis, e de Desenvolvimento Social de Trabalho e Habitação, Kátia Guimarães.

Uberlândia recebe menções honrosas em premiação estadual da AMM 1
Foto: Divulgação / PMU

Certificação

Durante a premiação, a Escola de Governo da Prefeitura de Uberlândia e o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG) participaram da certificação de servidores com formação para agente de contratação, de acordo com a Nova Lei de Licitações (14.133/2021). O curso da AMM foi desenvolvido na capital mineira.

A capacitação serviu para os servidores públicos dos municípios mineiros conhecerem e aplicarem a Nova Lei de Licitação – que se tornará obrigatória em 1º de abril de 2023. A nova legislação aprimorou e transformou o processo de compras públicas, trazendo mais transparência, eficiência, qualidade e, principalmente, segurança jurídica.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também