Notícias

Escola municipal inaugura Clube de Ciências voltado para preservação ambiental

Projeto utiliza abelhas para abordar polinização e meio ambiente, além de desenvolver interesses científicos nos estudantes
8 de junho de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

  As abelhas e seu processo de polinização estão sendo usados para conscientizar alunos municipais sobre a importância do meio ambiente, além de incentivá-los a se tornarem futuros cientistas. Isto está sendo feito graças ao Clube de Ciências da Escola Municipal Professor Ladário Teixeira, localizada no bairro Nossa Senhora das Graças, que foi oficialmente reinaugurado nesta quarta-feira (8). O projeto é desenvolvido pela escola em conjunto com o Instituto de Biologia (Inbio), da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

O Clube de Ciências teve início no ano de 2020, mas teve suas atividades suspensas devido à pandemia de Covid-19, sendo retomado atualmente. O projeto começou com a instalação de colmeias com abelhas sem ferrão e o plantio de espécies com flores para incentivar a polinização. O local recebeu o nome de Doce Jardim e atualmente tem diversas plantas floridas. O Clube conta ainda com uma sala para pesquisas, anexa à biblioteca da Escola Ladário.

Escola municipal inaugura Clube de Ciências voltado para preservação ambiental 1
Divulgação 

De acordo com o diretor da Escola Ladário, Cidelmar dos Reis Pereira, para participar, os 16 estudantes do 5º ao 9º ano do ensino fundamental precisaram apresentar bons desempenhos nos estudos. “O projeto incentiva cada aluno a pesquisar, preservar o meio ambiente e se tornar um futuro cientista, além de ter mais consciência ambiental”, disse.

Para a professora do Inbio, Fernanda Helena Nogueira Ferreira, o Clube produz conhecimentos científicos e mostra para os alunos municipais que eles são pesquisadores natos. “Para a UFU é uma importante ação de extensão universitária que serve para graduandos e pós-graduandos construírem saberes em conjunto com outra realidade além da universidade”, destacou.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também