Notícias

Uberlândia receberá Certificado de Responsabilidade Cultural como cidade que mais investe em cultura

Agência Nacional de Cultura, Empreendedorismo e Comunicação (Ancec) reconhece com certificação os investimentos realizados no setor cultural pela Prefeitura de Uberlândia
13 de junho de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SMCT) receberá na noite desta segunda-feira (13), em Brasília, o Certificado de Responsabilidade Cultural, outorgado pela Agência Nacional de Cultura, Empreendedorismo e Comunicação (Ancec), pelos investimentos realizados pela Prefeitura de Uberlândia no setor cultural, colocando o munícipio como uma das cidades que mais investe em cultura.

“Esse é um importante reconhecimento para a cidade de Uberlândia, pois mostra que todos os esforços do Prefeito Odelmo Leão e de todos da SMCT não foram em vão, nos colocando em destaque no país”, avalia a representante da pasta, Mônica Debs.

A certificação é entregue aos municípios, instituições, personalidades e autoridades que desenvolvem ações e investimentos em prol do reconhecimento e preservação cultural no Brasil. Em 2022, foram selecionadas cidades que valorizaram o setor nos últimos cinco anos e, principalmente, durante a pandemia de Covid-19.  O evento será restrito com transmissão pelo canal da agência no YouTube, e a Secretária Municipal de Cultura e Turismo de Uberlândia, Mônica Debs, receberá a certificação, representando a administração municipal.

Cidade que incentiva a Cultura

Durante a pandemia, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo desenvolveu ações para manter a cultura de Uberlândia em funcionamento. Isso foi feito por meio de projetos que garantiram renda aos artistas do município, como repasses financeiros diretos aos artistas e a espaços culturais, sendo: em 2020 o Edital Emergencial, pelo qual foram destinados R$ 300.000,00 em auxílio financeiro, beneficiando mais de 200 agentes culturais; a execução da Lei Aldir Blanc, por meio da qual foi repassado recurso financeiro do Fundo Nacional de Cultura, na ordem de R$ 4.186.480,70 para mais de 100 (cem) espaços culturais de Uberlândia e mais de 400 (quatrocentos) agentes culturais;

Também foi repassado, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) R$5,6 milhões para realização de projetos da comunidade aprovados em 2019 para execução para 2020. Em 2021 foi praticado o mesmo valor para os proponentes dos projetos do PMIC aprovados em 2020, para execução para 2021; além de R$ 405 mil para 270 artistas de diversas áreas, através do Edital Emergencial SMCT nº 03/2021.

A SMCT destinou, ainda, mais de R$142 mil para os artistas selecionados através de seis editais do Festival de Culturas Populares: Apresentações de grupos ou coletivos culturais; Oficinas criativas; Mostra de Cinema; Círculo de Diálogos e Reflexões; Circuito de Artes Visuais; e Encontro Literário de Culturas Populares – Diásporas e Memórias.

Paralelamente, foi realizada a reforma e manutenção de vários equipamentos culturais, como o Teatro Municipal, a Oficina Cultural, o Museu Municipal, a Reserva Técnica (Museu Anexo), a Casa da Cultura, o Mercado Municipal, o CEU Shopping Park e o Centro Municipal de Cultura.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também