Notícias

Merenda escolar da rede municipal de Uberlândia tem sabor de festa junina

Milho foi acrescentado ao cardápio em alusão às comemorações desta época do ano
30 de junho de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Os sabores das festas juninas foram levados para as merendas servidas em 122 escolas da Prefeitura de Uberlândia. Neste mês, em alusão às festas juninas, a Secretaria Municipal de Educação (SME) acrescentou milho nos cardápios como parte do programa Datas Comemorativas, que oferece alimentos típicos em épocas como a Páscoa e o Dia das Crianças. Para servir a guloseima, a SME adquiriu 5,1 toneladas de milho que são servidos nos lanches em pratos como caldo, mingau ou cozido.

Merenda escolar da rede municipal de Uberlândia tem sabor de festa junina 1
Divulgação

Em outros ocasiões, o milho também foi servido, porém, em conserva (latas). Desta vez, o produto chega nas escolas in natura, ou seja, ainda na espiga, embora descascado e limpo, pronto para ser consumido. De acordo com a nutricionista do Programa Municipal de Alimentação Escolar (Pmae), Thaís Mendonça, da SME, cada escola tem liberdade de decidir como vai utilizar o produto.

Merenda escolar da rede municipal de Uberlândia tem sabor de festa junina 2
Divulgação

“O milho é um alimento que sempre aparece nos cardápios das festas juninas. Foi interessante levarmos para as escolas com esta proposta do programa Datas Comemorativas, pois conseguimos comemorar com um alimento saudável”, disse a nutricionista.

Merenda escolar da rede municipal de Uberlândia tem sabor de festa junina 3
Divulgação

Segundo a diretora do Pmae, Tânia Martinelli, os milhos foram adquiridos pela Agricultura Familiar. Em respeito à lei 11.947/2009, pelo menos 30% dos recursos repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a merenda são destinados à compra direta da agricultura familiar. “O objetivo é incentivar os pequenos produtores e proporcionar renda às famílias que têm a agricultura como fonte de renda”, ressaltou.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também