Notícias

Paratletas da CDDU/Futel/Praia Clube conquistam 8 medalhas

11 de julho de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Paratletas do Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU) – associação parceira da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) e do Praia Clube – conquistaram oito medalhas no Regional das Américas de Halterofilismo, disputado em Saint Louis, nos Estados Unidos, entre os dias 8 e 11 de julho. No total, foram três medalhas de ouro, três de prata e duas de bronze, além de dois recordes estabelecidos.

As medalhas de ouro foram conquistadas por Lara Lima (recorde das Américas), Tayana Medeiros (recorde das Américas) e Caroline Alves; as de prata, por Mateus Assis, Elizete de Araújo e Edilândia Araújo, e as de bronze, por Luciano Dantas e Ângela Teixeira (confira as marcas no quadro abaixo). Outros dois paratletas da equipe CDDU/Futel/Praia Clube também estiveram na competição: André Luiz Paz (5° lugar) e Amanda Sousa, que teve seu levantamento invalidado pela arbitragem.

 “Tivemos resultados excelentes, superamos as metas estabelecidas e retornaremos ao Brasil com oito medalhas. Além disso, duas paratletas bateram recordes das Américas e, por isso, têm grandes chances de classificação para os Jogos Paralímpicos de Paris, em 2024”, disse o treinador da seleção brasileira e da equipe CDDU/Futel/Praia Clube, Weverton Santos, profissional de educação física da Futel.

Paratletas da CDDU/Futel/Praia Clube conquistam 8 medalhas 1

No total, foram convocados 27 halterofilistas de todo o país, ou seja, Uberlândia representou mais de um terço da seleção brasileira nesta competição. “A Prefeitura de Uberlândia, por meio da Futel, faz importantes investimentos no paradesporto e, graças a esse trabalho, nossas equipes têm resultados expressivos em todas as competições nacionais e internacionais que participam”, disse o diretor geral da Futel, Edson Zanatta.

Trabalho contínuo

Os resultados alcançados no Regional Open das Américas de Halterofilismo têm relação direta com o trabalho desenvolvido pela Futel, que mesmo durante a pandemia manteve a rotina de treinamento dos paratletas de alto rendimento com competições nacionais e internacionais programadas. No caso do halterofilismo, a Futel disponibiliza aos paratletas as academias do Sesi Gravatás e fornece profissionais de educação física para acompanhá-los e instruí-los em treinos e provas.

Resultados alcançados por paratletas da CDDU/Futel/Praia Clube

·         Lara Lima – Medalha de ouro na categoria até 41 kg, ao levantar 98 kg (recorde das Américas);

·         Tayana Medeiros – Medalha de ouro na categoria até 86 kg, ao levantar 126 kg (recorde das Américas);

·         Caroline Alves – Medalha de ouro na categoria até 79 kg, ao levantar 107 kg;

·         Mateus Assis – Medalha de prata na categoria até 107 kg, ao levantar 208 kg;

·         Elizete de Araújo – Medalha de prata na categoria até 79 kg, ao levantar 100 kg;

·         Edilândia Araújo – Medalha de prata na categoria acima de 86 kg, ao levantar 117 kg;

·         Luciano Dantas – Medalha de bronze na categoria até 65 kg, ao levantar 150 kg;

·         Ângela Teixeira – Medalha de bronze na categoria até 67 kg, ao levantar 103 kg;

·         André Luiz Paz – Quinto lugar na categoria até 97 kg, ao levantar 185 kg.

Paratletas da CDDU/Futel/Praia Clube conquistam 8 medalhas 2
Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Destaques

Veja Também

All articles loaded
No more articles to load