Notícias

Balança Comercial de Uberlândia registra mais um recorde de exportações

Município já superou, nos primeiros 7 meses, o total registrado em 2021; segundo dados do Ministério da Economia, este foi o melhor registro no mês de julho de toda a série histórica
4 de agosto de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A produção do agronegócio de Uberlândia continua escoando forte em direção aos países estrangeiros. A prova disso é o resultado de julho da balança comercial do município. Segundo as informações da Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Uberlândia registrou um superávit de US$ 70,48 milhões (sendo US$ 109,21 milhões em exportações contra US$ 38,73 milhões em importações), alavancando assim, o saldo dos últimos sete meses para US$ 683,27 milhões.

O resultado traz o melhor acumulado dos primeiros sete meses da balança comercial desde 1997, além de consagrar o resultado do mês, como o melhor julho de toda a série histórica. A análise demonstra também que o desempenho da balança comercial do município, de janeiro a julho deste ano, apresentou um crescimento de 58,1% comparado aos primeiros sete meses de 2021.

Exportações

Somente o saldo de exportação de janeiro a julho de 2022, a cidade atingiu mais de US$ 860,15 milhões, superando todo o ano de 2021, inclusive, também, os 24 anos anteriores. Com os números apresentados, a cidade registrou um crescimento das exportações em 43,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Apenas no mês de julho, a exportação cresceu em 38,8% comparado ao mesmo mês de 2021.

Os produtos que tiveram destaque na exportação são: a Soja (82,2%), resíduos da extração da soja (4,6%), óleo de Soja (2,9%), derivados do tabaco (2,4%), milho (2,1%), Couro (2,0%) e outros (3,8%). Os países que receberam parte da produção uberlandense e que contribuíram para o sucesso da exportação da cidade desde o começo do ano, foram a China, Irã, Tailândia, Vietnã, Colômbia, Bangladesh, Japão, Paraguai, Coreia do Sul, Taiwan (Formosa), Paquistão, Indonésia, Argentina e Índia.

Saiba mais em http://comexstat.mdic.gov.br/pt/comex-vis

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também