Notícias

Prefeitura sanciona lei que cria cargo de agente de combate às endemias em Uberlândia

Por meio da nova lei, Município cumprirá Emenda Constitucional 120; vencimento do cargo de agente de controle de zoonoses também foi reajustado na ocasião
11 de agosto de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O prefeito Odelmo Leão sancionou, na tarde desta quinta-feira (11), a lei municipal que cria o cargo de agente de combate às endemias em Uberlândia. A assinatura ocorreu durante encontro, no Centro Administrativo Municipal, com agentes de controle de zoonoses que atuam em Uberlândia. Com a lei, o Município cria a carreira disposta abrangida pela Emenda Constitucional 120 e, ainda, reajusta o vencimento dos servidores ocupantes do cargo de Agente de Controle de Zoonoses. O reajuste à carreira existente é retroativo a maio. A sanção será publicada na edição do Diário Oficial do Município de amanhã (12).

Confira detalhes da ação em cumprimento à Emenda:

Agentes de Combate às Endemias

– Proposta de criação do cargo no âmbito do Município por meio de projeto de lei, aprovado pela Câmara Municipal em agosto

– Em torno de 600 Agentes de Controle de Zoonoses, com vínculo direto (estatutário) junto à Prefeitura, serão beneficiados

– Os Agentes de Controle de Zoonoses poderão optar, nos próximos 3 meses, pela migração para a nova carreira, com carga horária de 40 horas/semana, conforme determina lei federal (11.350/06), para receberem o piso de dois salários mínimos, com a manutenção dos benefícios anteriormente acumulados

– Aqueles Agentes de Controle de Zoonoses que optarem por permanecer no cargo original receberão piso proporcional pela jornada de 30 horas/semana (valor base de R$ 1.818), também com a manutenção dos benefícios anteriormente acumulados

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também