Notícias

Vacinação Antirrábica segue atendendo cães e gatos da área rural de Uberlândia

Campanha objetiva imunização de animais com mais de três meses de vida contra a raiva
25 de agosto de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Araípedes Luz – Secretaria de Governo e Comunicação/PMU

A Prefeitura de Uberlândia continua empenhando esforços para aumentar a cobertura vacinal durante a 38º Campanha de Vacinação Antirrábica realizada na área rural do município. Estão sendo imunizados cães e gatos com idade acima de três meses. A vacinação é feita pelos agentes do Programa de Controle da Raiva, do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), e tem previsão de encerramento no próximo dia 2 de setembro.

Conforme a coordenadora do programa, Lilian de Andrade, os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde têm encontrado dificuldades para imunizarem os animais. “Se comparado com 2021, a campanha deste ano está alcançando menos cães e gatos. Temos enfrentado algumas barreiras para chegar até os tutores e, consequentemente, aos animais. Muitas vezes não encontramos as pessoas nas casas ou acabamos não tendo o acesso necessário, visto que algumas propriedades ficam com as porteiras trancadas”, relatou.

Até esta última terça-feira (23), foram vacinados 9.836 animais de uma expectativa final de cerca de 14.000. Os agentes já passaram por comunidades como Cruzeiro dos Peixotos, Martinésia, Tapuirama, Jockey Camping, Chácaras Douradinho, entre outras. Dentro da previsão da Secretaria, na próxima segunda-feira (29), o atendimento será no distrito de Miraporanga, enquanto no último dia de vacinação será a vez do bairro Vila Marielza, localizado na região leste de Uberlândia.

Para os animais que estiverem doentes, em período de gestação ou amamentação, os tutores devem encaminhá-los ao Centro de Controle de Zoonoses quando estiverem recuperados e desmamados. Dúvidas e esclarecimentos sobre a Campanha de Vacinação Antirrábica podem ser informados pelo telefone: (34) 3213-1470.

Vale atentar, ainda, que os agentes responsáveis pela aplicação das doses contra a doença utilizam uniformes do CCZ, bem como crachás de identificação e equipamentos de segurança durante as visitas às residências.

 Combate à raiva

As ações do Programa de Controle da Raiva acontecem permanentemente durante todo o ano, com orientações, trabalhos de bloqueio e monitoramento do vírus, além de um posto de vacinação no CCZ. Um conjunto de fatores que deixa Uberlândia há mais de 30 anos sem registros da doença em cães e gatos.

Embora o município apresente uma realidade positiva, a participação da comunidade é fundamental para manter os índices atuais. A doença não tem cura e pode levar os animais à morte em poucos dias após o surgimento dos primeiros sintomas. O mesmo acontece com o ser humano se não procurar atendimento médico rapidamente após ser mordido por algum cão ou gato infectado.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também