Notícias

Representantes de associações parceiras da Futel disputam competição de bocha na Itália

Paratleta Mateus Carvalho, assistente esportivo Oscar Carvalho e treinador Glênio Fernandes representam a seleção brasileira na Rome 2022 World Boccia Challenger
6 de setembro de 2022
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O paratleta Mateus Carvalho, o assistente esportivo Oscar Carvalho e o treinador Glênio Fernandes – integrantes de associações parceiras da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) – irão representar a seleção brasileira na Rome 2022 World Boccia Challenger. A competição será disputada na Itália entre os dias 6 e 14 de setembro, com a participação de paratletas do mundo todo.

Mateus e Oscar fazem parte do CDDU/Futel/Praia Clube e Glênio integra a equipe Aparu/Futel/Praia Clube. “Tivemos um período de treinos intensos para nos prepararmos para essa competição, que certamente será bastante difícil. No entanto, acredito que nossas chances são muito boas”, disse o treinador Glênio, profissional de educação física da Futel.

O paratleta Mateus Carvalho, que participa tanto das disputas individuais quanto por pares, comenta sobre as expectativas dele. “Acredito que, ao lado do meu pai Oscar Carvalho e do treinador Glênio Fernandes, tenho excelentes chances de alcançar bons resultados, com foco também na classificação para os Jogos Paralímpicos de Paris, em 2024”, enfatizou.

Representantes de associações parceiras da Futel disputam competição de bocha na Itália 1

A convocação de Mateus, Oscar e Glênio pela seleção brasileira tem relação direta com o trabalho desenvolvido pela Futel, que, mesmo durante a pandemia, manteve a rotina de treinamento de todos os paratletas de alto rendimento com chances de convocação para competições nacionais e internacionais.  No caso da bocha, a Futel disponibiliza aos paratletas a estrutura do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) para treinamento e profissionais de educação física para acompanhá-los e instruí-los em treinos e provas.

Aos 29 anos, Mateus é um dos principais nomes da bocha paralímpica brasileira e soma importantes conquistas nacionais e internacionais ao longo da carreira, como o bicampeonato brasileiro (2015 e 2018), medalhas de ouro na Copa América de pares e equipes (2015), prata (individual) e ouro (pares) no Campeonato Regional das Américas (2018), ouro (pares) na Copa América (2019), bronze (individual) e ouro (pares) nos Jogos Parapan-Americanos de Lima (2019), ouro (individual) e prata (pares) na Copa América (2021) e prata na 1ª etapa da Copa do Mundo de Bocha Paralímpica (2022).

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também