Notícias

Escolas Municipais realizam trabalhos pedagógicos alusivos ao Dia da Consciência Negra

Sábado foi de conscientização e reflexão para milhares de alunos acerca do tema
19 de novembro de 2022

A Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), apresentou neste sábado (19), em todas as escolas da rede municipal, os trabalhos pedagógicos desenvolvidos em alusão ao Dia da Consciência Negra, que será celebrado neste domingo, 20 de novembro.

Na oportunidade, os profissionais envolvidos deram ênfase à data tão especial. Durante todo o ano letivo, foi trabalhado em sala de aula a necessidade do combate à desigualdade, com reflexões e análises da conjuntura brasileira. Os alunos refletiram sobre respeito ao próximo e igualdade.

<strong>Escolas Municipais realizam trabalhos pedagógicos alusivos ao Dia da Consciência Negra</strong> 1
Escolas Municipais realizam trabalhos pedagógicos alusivos ao Dia da Consciência Negra

Na Escola Municipal Professora Josiany França, os alunos participaram das atividades propostas. A professora Alzira Ribeiro comentou sobre a temática. “Trabalhamos os assuntos inerentes à data da Consciência Negra durante todo o ano letivo. Nos últimos dois meses intensificamos os debates. Com eles, desenvolvi o projeto ‘Meu Crespo é de Rainha’, baseado no livro da Bell Hooks, que mostra a valorização do cabelo crespo e seus variados tipos. Com uma abordagem mais próxima ao cotidiano deles, falamos também sobre os vários tipos de racismo e como podemos ter uma postura mais empática, respeitosa e igualitária com todos no nosso dia a dia”, disse. 

<strong>Escolas Municipais realizam trabalhos pedagógicos alusivos ao Dia da Consciência Negra</strong> 2
Foto: Danilo Henriques – Secretaria de Governo e Comunicação/PMU

A Diretora da Escola Municipal Professora Maria José Mamede Moreira, Eliana Machado de Oliveira, explanou sobre esta data tão simbólica para o Brasil. “A diversidade cultural é toda pluralidade existente que passa de geração para geração. Podendo ser agrupada por diferentes etnias, com valores, vestuários e costumes religiosos. Saibamos contemplar e, acima de tudo, respeitar todas as diferenças”, pontuou.

Veja Também