Notícias

Prefeitura encerra Ciclo de Palestras sobre Vigilância das Violências com foco em cuidados paliativos na saúde

Nesta sexta (2), a programação preparada pela Secretaria Municipal de Saúde e pela Escola de Governo foi finalizada com debate entre palestrante e profissionais de saúde da atenção especializada
2 de dezembro de 2022

Ao longo desta semana, a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e da Escola de Governo, realizou o primeiro Ciclo de Palestras sobre Vigilância das Violências destinado para profissionais que atuam na área da saúde. O encerramento das atrações desenvolvidas em torno do tema aconteceu nesta sexta-feira (2) com a palestra ‘Enfrentamento à violência: cuidados paliativos e abordagem em saúde’, ministrada pela médica especialista em cuidados paliativos Ana Cláudia Quintana Arantes, no auditório Cícero Diniz, do Centro Administrativo Municipal.

“Encerramos hoje esse ciclo importante de discussões sobre a violência em suas mais variadas formas. Foi uma semana repleta de aprendizado e de debates necessários na abordagem da violência. Por vezes, nos deparamos com situações que pedem uma abordagem ainda mais humana na relação profissional/paciente e, trocamos ideias nesse sentido, do respeito e empatia ao próximo”, considerou o coordenador do Centro de Educação Permanente em Saúde, José Luiz.

A palestra de fechamento do Ciclo evidenciou as possibilidades de atuação dos profissionais da saúde da atenção especializada frente ao trato com os pacientes no exercício de suas funções. Os conteúdos ministrados no decorrer da semana buscaram qualificar os serviços prestados pelos agentes envolvidos no atendimento à saúde, bem como prepará-los para situações cotidianas.

<strong>Prefeitura encerra Ciclo de Palestras sobre Vigilância das Violências com foco em cuidados paliativos na saúde</strong> 1
Foto:  Araípedes Luz – Secretaria de Governo e Comunicação/PMU

   “Procurei discorrer sobre a necessidade de cuidado que as pessoas merecem no momento, por exemplo, em que enfrentam doenças graves e que estão recebendo cuidados paliativos. O objetivo também foi levar aprendizado para que os profissionais aprendam a cuidar bem de quem precisa de suporte nas dificuldades”, refletiu a palestrante Ana Cláudia.

Em um momento de abertura e sensibilização para a temática que foi reforçada pela Rede de Atenção à Violência, as cinco palestras oferecidas contaram com uma boa adesão do público participante, que esgotou as inscrições disponibilizadas pela organização do evento.

Veja Também