Notícias

Prefeitura publica cartilha virtual com resultado de estudos sobre pó de basalto

Material foi apresentado, nesta sexta-feira (20), ao prefeito Odelmo Leão, pela secretária municipal de Agronegócio, Economia e Inovação e está disponível para população no Portal da Prefeitura de Uberlândia
20 de janeiro de 2023

O trabalho desenvolvido pela Prefeitura de Uberlândia sobre o uso de pó de basalto como remineralizador de solo agora pode ser conferido ainda mais de perto pela população. A Secretaria Municipal de Agronegócio, Economia e Inovação (SMAEI) elaborou a primeira cartilha virtual com o resultado dos estudos locais realizados pela equipe da pasta junto a parceiros no último ano. O material, que foi apresentado durante a tarde desta sexta-feira (20) ao prefeito Odelmo Leão, está disponível para consulta no Portal da Prefeitura. (Clique aqui e confira)

“O basalto existente em Uberlândia e região gera um material muito rico em minerais, que trazem inúmeros benefícios para o solo e, consequentemente, para as plantas. O que temos comprovado aqui, com estudo técnico, baseado em dados sólidos, é que temos um remineralizador de solo muito potente e que pode ser utilizado pelo produtor rural com excelente custo-benefício. É importante que todos possam ter conhecimento sobre isso”, disse o prefeito Odelmo Leão após ter acesso à versão impressa da cartilha. 

Com foco na obtenção da quantidade de remineralizador considerada ideal para fortalecimento do solo e produtividade agrícola, a SMAEI tem produzido relatórios periódicos sobre o avanço dos experimentos realizados em parceria com a Fundação de Excelência Rural de Uberlândia (Ferub) e a Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Na cartilha virtual, estão os resultados obtidos a partir do plantio e acompanhamento de alface, beterraba, couve, rúcula, tomate e pastagem nas fazendas experimentais das instituições.

“A cartilha virtual sobre o pó de basalto resulta do compromisso assumido pela gestão Odelmo Leão em disseminar amplamente o conhecimento sobre esse remineralizador de solo, que, como o próprio prefeito costuma dizer, tem todas as condições de promover uma nova revolução da agricultura brasileira. Como Polo Agromineral Verde, queremos partilhar essas informações que mostram os avanços obtidos”, afirma a secretária de Agronegócio, Economia e Inovação, Thalita Jorge.

No material, há dados específicos sobre cada tipo de cultivo e os vários testes feitos com diferentes dosagens de pó de basalto. Por exemplo, com a aplicação de 4 toneladas do remineralizador por hectare, a produção de rúcula obteve maior ganho de massa fresca por maço e em número de folhas. Para o tomate, a produtividade foi 20,03% maior na área em que o pó de basalto foi aplicado na proporção de 8 toneladas por hectare.

A íntegra do estudo em torno desses e de outros cultivos está disponível clicando aqui.

Veja Também