Notícias

Paratletas e treinador da Prefeitura e parceiros são convocados para Campeonato Mundial de Halterofilismo

Grupo integrará a seleção brasileira em Dubai, nos Emirados Árabes, entre os dias 22 e 30 de agosto
27 de junho de 2023

Os paratletas Ângela Teixeira, Caroline Alves, Edilândia Araújo, Lara Lima, Mateus Assis e Tayana Medeiros e o treinador Weverton Santos foram convocados para integrar a seleção brasileira no Campeonato Mundial de Halterofilismo, que acontecerá de 22 a 30 de agosto em Dubai, nos Emirados Árabes. Eles integram a equipe da Prefeitura de Uberlândia, por meio da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel), em parceria com Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU) e Praia Clube. O anúncio foi feito pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), em live realizada na tarde desta terça-feira (27).

“Essa é uma das principais competições internacionais da modalidade e, assim como ocorreu nos anos anteriores, Uberlândia será muito bem representada por paratletas do município. A expectativa é que tenham um bom desempenho e que fiquem entre os destaques do Mundial”, ressaltou o treinador Weverton Santos, profissional de educação física da Futel.

O diretor-geral da Futel, Edson Zanatta, destaca a importância do trabalho desenvolvido pela Prefeitura no paradesporto. “Se hoje Uberlândia se consolidou como referência internacional em modalidades como atletismo, bocha e halterofilismo, muito disso se deve à gestão eficiente e ao comprometimento do prefeito Odelmo Leão, que jamais mediu esforços para oferecer a cada paratleta as condições ideais de treino e participação em competições, desde a iniciação esportiva ao alto rendimento.”

Resultados

Atualmente, Uberlândia está entre as principais potências do halterofilismo brasileiro. Somente no ano passado, 34 paratletas somaram 128 medalhas em importantes competições nacionais e internacionais, com destaque para as 40 medalhas (23 de ouro, 11 de prata e 6 de bronze) no Regional Open das Américas de Halterofilismo, nos Estados Unidos, e as 11 medalhas (6 de ouro, 2 de prata e 3 de bronze) na Copa do Mundo de Halterofilismo.

Já em 2023, a Futel/CDDU/Praia Clube tem, entre as principais conquistas, quatro medalhas nos Jogos Parapan-Americanos de Jovens, na Colômbia (duas de ouro e duas de prata), e 14 medalhas (6 ouros, 5 pratas e 3 bronzes) no Campeonato Brasileiro de Halterofilismo Paralímpico, em São Paulo.

Os paratletas treinam no Sesi Gravatás (espaço que integra o Sistema Fiemg e que está sob administração da Futel), com acompanhamento de profissionais de educação física da autarquia.

Veja Também