Notícias

Centro de Referência em Autismo amplia atendimentos e avalia mais de 1.600 pacientes em 2 anos

Unidade da Prefeitura de Uberlândia conta, atualmente, com 229 pacientes em atendimento terapêutico contínuo; capacidade é quatro vezes maior do que foi projetado no início dos atendimentos
12 de abril de 2024
Cleiton Borges/Secretaria de Governo e Comunicação- PMU

Completando dois anos de atuação neste mês, durante o Abril Azul de Conscientização Sobre o Autismo, o Centro de Referência em Transtorno do Espectro Autista (CR-TEA) é uma iniciativa pioneira da Prefeitura de Uberlândia, sob a gestão do prefeito Odelmo Leão, para garantir o atendimento, assistência e acompanhamentos adequados para pessoas com transtorno do espectro autista. Projetado para atender, inicialmente, 50 crianças, atualmente faz o atendimento terapêutico de 229 pacientes, de forma contínua, com idade entre 18 meses e 5 anos 11 meses e 29 dias. Essa capacidade é quatro vezes maior do que planejado inicialmente.

Desde o início dos atendimentos, 1.671 pacientes já foram encaminhados pelas equipes das unidades básicas de saúde (UBS) e de saúde da família (UBSF) e avaliados no CR-TEA.  O local foi criado com recursos próprios do município e conta com equipe multidisciplinar, que tem o objetivo de promover o desenvolvimento de habilidades comunicacionais, de interação social e aprendizado para a execução de atividades de vida autônoma por meio da estimulação precoce, orientações à família, orientações à escola e atividades de reabilitação.

O CR-TEA funciona anexo ao Centro de Internação Pediátrico Dr. Helder Castro de Bastos e é o primeiro centro de referência, via Sistema Único de Saúde (SUS), especializado neste atendimento. 

Cleiton Borges/Secretaria de Governo e Comunicação- PMU

Acesso ao tratamento

As unidades básicas de saúde da Atenção Primária são a porta de entrada para os atendimentos no Centro de Referência em Transtorno do Espectro Autista. A equipe médica das unidades de saúde foi capacitada para fazer essa triagem e direcionar o paciente para avaliação.

“A unidade básica de saúde é uma grande aliada neste projeto. A equipe aplica ferramentas de triagem, avalia e direciona para o Centro, onde acontece a discussão do caso. Verificada a necessidade, a equipe do CR-TEA passa a acompanhar o paciente. Nos outros casos, onde são identificadas outras dificuldades, há uma rede de atenção que acolhe esse paciente”, explicou a referência técnica da Rede de Cuidados da pessoa com Deficiência, Júnia Souto Oliveira.

Cleiton Borges/Secretaria de Governo e Comunicação- PMU

Outros serviços

As terapias para pacientes com Transtorno do Espectro Autista (TEA) podem variar de acordo com a idade, sendo comum a divisão entre diferentes locais de atendimento. Atualmente, as terapias são realizadas no CR-TEA, para crianças até 5 anos 11 meses e 29 dias, no Campus Municipal de Atendimento à Pessoa com Deficiência, para pacientes com idades entre 6 e 14 anos, e no Centro Especializado em Reabilitação (CER) para pacientes com idades entre 15 e 18 anos.

“Essa divisão permite adaptar as abordagens terapêuticas às necessidades específicas de cada faixa etária, garantindo um suporte mais eficaz e adequado ao desenvolvimento e às demandas de cada fase da vida”, detalhou Júnia.

Ainda segundo a coordenadora, o Campus Municipal de Atendimento à Pessoa com Deficiência é outro serviço de reabilitação que passou por expansão no último ano por meio do fortalecimento dos vínculos entre educação e saúde.

“A estratégia nos permitiu estruturar um atendimento especializado aos estudantes da rede de ensino municipal, estadual e particular com diagnóstico de TEA, além de outros diagnósticos, como deficiência intelectual, deficiência auditiva, múltiplas deficiências, atraso no desenvolvimento neuropsicomotor e transtorno de aprendizagem.”

Veja Também

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Configurações avançadas de cookies

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies.

Cookies estritamente necessários

Esses cookies permitem funcionalidades essenciais, tais como segurança, verificação de identidade e gestão de rede. Esses cookies não podem ser desativados em nossos sistemas. Embora sejam necessários, você pode bloquear esses cookies diretamente no seu navegador, mas isso pode comprometer sua experiência e prejudicar o funcionamento do site.

Cookies de terceiros

O portal uberlandia.mg.gov.br não tem controle sobre quais cookies de terceiros serão ativados. Alguns cookies de terceiros que podem ser encontrados ao acessar o portal:
Domínios: Google, Youtube, consulte mais em