DMAE

Departamento Municipal
de Água e Esgoto

Dicas DMAE

Dicas DMAE

Caixa d’água

O Dmae garante a qualidade da água até o hidrômetro. Depois é com você. Faça sua parte, mantendo a caixa d’água limpa!

Depois que a água passa por modernos processos de tratamento nas Estações do Dmae, ela é distribuída à população livre de impurezas. Porém, dentro dos imóveis, a água tem outro local de armazenamento, conhecido por caixa d’água. Esse reservatório é indispensável, pois ele irá garantir que não irá faltar água em sua casa quando houver necessidade de manutenção no sistema de abastecimento.

A caixa d’água deve ser lavada a cada seis meses e precisa ser mantida bem tampada, para que nenhum bicho ou sujeira entre nela. Esses cuidados são imprescindíveis, já que a responsabilidade do Dmae é garantir a qualidade da água distribuída até o hidrômetro. Daí em diante, a responsabilidade passa para o consumidor. 

Para manter a sua caixa d’água bem limpa e evitar transtornos, você pode seguir os seguintes passos: 

1° passo: esvazie a caixa d’água
2° passo: escove bem as paredes e o fundo da caixa d’água com uma escova de nylon
3° passo: lave bem a caixa d’água com um jato forte de água limpa
4° passo: misture um litro de água sanitária e cinco litros de água limpa e com um pano espalhe esta solução nas paredes e no fundo da caixa d’água
5° passo: espere 30 minutos para que a solução de água sanitária faça a desinfecção da caixa d’água
6° passo: enxágue a caixa d’água e deixe toda a água escorrer até que a caixa fique vazia
7° passo: encha a caixa d’água  e repita toda a operação daqui a seis meses

A escolha da caixa d’água

Para evitar o desabastecimento de água, causada por manutenções na rede, sejam elas de rotina ou resultado de problemas como os rompimentos de tubulações, é necessário que cada imóvel tenha um reservatório com capacidade de armazenagem adequada ao seu consumo e com autonomia de um a dois dias.

Para exemplificar, digamos que o consumo por pessoa seja de 110 litros de água por dia, na sua residência. Tomamos esse volume como referência porque é a quantidade recomendada pela ONU – Organização das Nações Unidas – como necessária para atender às necessidades básicas de consumo e higiene do cidadão. Se no imóvel moram 5 pessoas, a caixa d’água necessária para abastecer a família por 1 dia pode ser obtida fazendo um cálculo simples:

– 5 pessoas x 110 litros/dia = 550 litros/dia de consumo de água na casa.

Lembrando que se você deseja uma autonomia de dois dias, faça o seguinte cálculo:

– 550 x 2 = 1.100 litros para 2 dias de consumo para 5 moradores da casa.

Neste caso, o consumidor deve escolher uma caixa d’água de 1000 litros. 

Reciclagem de óleo de cozinha

A coleta do óleo de cozinha usado para reciclagem é uma medida que precisa contar com o apoio crescente da população. Esta ação é benéfica para a preservação do meio ambiente e das redes de esgoto, além de colaborar com o trabalho das cooperativas de reciclagem.

O óleo de cozinha descartado de forma incorreta é altamente prejudicial ao meio ambiente, acarretando a contaminação das águas e do solo. Nas redes do Dmae, forma uma espécie de massa que entope os poços de visita, causando entre outros danos, o extravazamento de esgoto.

Veja como você pode dar destinação correta ao seu óleo usado na cozinha:

Coloque o óleo sempre em litros plásticos (como as garrafas Pet), vede bem e entregue em um dos pontos de coleta abaixo: 

 – Caminhão da Coleta Seletiva

– Estação de Tratamento de Água (ETA) Bom Jardim do Dmae 

– Sede Administrativa do Dmae (Rua Av. Rondon Pacheco, 6400) 

– Supermercado Pão de Açúcar (Avenida Nicomedes Alves dos Santos, 2222) 

– Associações e Cooperativas de Reciclagem

10 passos para economizar água

A água e energia devem ser utilizadas de forma consciente. 
No Brasil, grande parte da energia elétrica é produzida pelo sistema hidrelétrico que é dependente da água.
Por isso, não só precisamos poupar água como devemos, também, usar a energia de forma responsável, por meio de atitudes simples.

1. Banho rápido – Se você demora no banho, gasta de 95 a 180 litros de água limpa. Banhos rápidos (de no máximo 15 minutos) economizam água e energia. 

2. Escovando os dentes – Se a torneira ficar aberta enquanto você escova os dentes, você gasta até 25 litros de água. Então, o melhor é primeiro escovar e depois abrir a torneira. 

3. Torneira fechada – Torneira aberta é igual a desperdício. Com a torneira aberta, você gasta de 12 a 20 litros de água por minuto. Se deixar pingando, são desperdiçados 46 litros por dia.

4. Descarga – Uma descarga chega a utilizar 20 litros de água em um único aperto. Então, aperte a descarga apenas o tempo necessário.

5. Lavando louça – Ao lavar louças, não deixe a torneira aberta o tempo todo (assim você desperdiça até 105 litros). Primeiro passe a esponja e ensaboe, depois enxágue tudo de uma só vez. 

6. Lavando o carro
Lavar o carro com uma mangueira gasta até 560 litros de água em 30 minutos. Quando precisar lavar o carro, use um balde.

7. Mangueira, vassoura e balde – Ao lavar a calçada não utilize a mangueira como se fosse vassoura. Utilize uma vassoura de verdade e depois jogue um balde d’água. Assim você economiza até 250 litros de água. 

8. Jardim – Regando plantas você gasta cerca de 190 litros de água limpa em 30 minutos. Para economizar, guarde a água da chuva e regue sempre de manhã cedo, evitando que a água evapore com o calor do dia. 

9. Aquário – Quando for limpar o aquário, aproveite a água para regar as plantas. Esta água está enriquecida com nitrogênio e fósforo, o que faz muito bem para as plantas.

10. Pressão política  – Não adianta só economizar. É preciso brigar por políticas que cuidem dos rios e lagos e garantam água potável para todos.

10 Passos para economizar Energia

1. Ar-condicionado – Ligue o ar-condicionado apenas quando for realmente necessário e, quando ligado, mantenha portas e janelas fechadas.

2. Ventilador e circulador de ar – Esses aparelhos são muito mais econômicos que o ar-condicionado, além de mais baratos. Considere usá-los em dias de muito calor.

3. Eletrodomésticos – Esteja sempre atento ao selo PROCEL antes de adquiri-los e certifique-se de possuírem a indicação de menor consumo.

4. Dispositivos móveis – Não deixe celulares, tablets e notebooks carregando a noite toda. Para garantir que a bateria não acabe, desative as conexões de internet.

5. Geladeira – Mantenha a porta da geladeira sempre fechada e verifique e troque suas borrachas sempre que necessário. Além disso, nunca guarde alimentos quentes em seu interior.

6. Lâmpadas – Sempre escolha lâmpadas mais econômicas e eficientes. Utilize sensores de presença em locais de pouco movimento, como escadas e corredores de prédio.

7. Luz natural – Evite a luz elétrica sempre que for possível. Preze pela iluminação natural.

8. Arquitetura sustentável – Estude a possibilidade de abrir novas janelas e substitua algumas telhas coloniais de cerâmica por transparentes.

9. Interruptor – Se for realmente necessário utilizar luz elétrica, não se esqueça de apagá-la sempre que abandonar um ambiente.

10.Sem amarrotar – Estenda as roupas lavadas de maneira a facilitar – ou mesmo evitar – a passagem com o ferro elétrico.

Coleta seletiva

Como separar os resíduos para coleta seletiva:

Papel: Revista, jornal, caixas de papelão, embalagens, tetra pack (leite e suco), formulários de computadores, cadernos entre outros.

Metal: Latas de bebidas e alimentos, tampas de garrafas, panelas, objetos de ferro, cobre e zinco.

Plástico: Garrafas de água e refrigerante (Pet), brinquedos, baldes, potes e frascos de produtos de limpeza, higiene e de cosmético.

Vidro: Frascos e potes e alimentos, perfumes, medicamentos, garrafas e cacos de vidro.

Fossa séptica sustentável

Conheça a fossa séptica sustentável clicando aqui.

All articles loaded
No more articles to load