Secretaria de Governo e Comunicação

Relações públicas

Relações públicas

A Diretoria de Relações Públicas e Cerimonial foi criada para atender, exclusivamente, os órgãos ligados à administração municipal, com o intuito de facilitar a comunicação e a realização das Solenidades/Eventos – congressos, seminários, simpósios, encontros, cursos e reuniões para estudos, debates e esclarecimento de assuntos pertinentes ao Município de Uberlândia, bem como o acompanhamento técnico dos eventos, confecção e envio de convites, preparação de pautas e roteiros, protocolo e nominação de autoridades.

Outras atribuições e serviços

  • Prestar atendimento à Comunidade e às Entidades de Classes, com o fornecimento do mailing das autoridades municipais, estaduais e nacionais.
  • Coordenar e agendar os eventos realizados no Auditório Cícero Diniz, localizado no Centro Administrativo.
  • Coordenar os empréstimos de bandeiras, mastros, púlpito e o fornecimento de cópias dos hinos de Uberlândia e Nacional.

Cerimonial Público

Toda solenidade segue uma programação constituída por um conjunto de formalidades.  O cerimonial é constituído por um conjunto de regras que orientam as cerimônias civis, militares ou religiosas. E esta seqüência de acontecimentos resulta em um evento. 

O “protocolo” surgiu para regulamentar o evento, ou seja, o cerimonial, estabelecendo posições e tratamentos que devem ser prestados a cada personalidade. Assim, o protocolo normatiza as regras que regem o cerimonial e seu objetivo é dar a cada um dos participantes de um evento as prerrogativas, privilégios e imunidades a que têm direito.

Para o setor público, a utilização dessas atividades de relações públicas é imprescindível para a otimização dos resultados de todos os eventos, ações e acontecimentos que necessitem da definição, da posição e do local de suas autoridades e demais integrantes.

Bandeiras

Posicionamento das Bandeiras

  • A Bandeira Nacional pode ser usada em todas as manifestações do sentido patriótico dos brasileiros, de caráter oficial ou particular.
  • Nenhuma bandeira de outra nação poderá ser usada sem que a nacional esteja ao seu lado direito e seja de igual tamanho, salvo nas sedes das embaixadas e consulados.
  • Num dispositivo de bandeiras (mastros ou adriças), as estrangeiras deverão ficar distribuídas à direita e à esquerda da nacional, por ordem alfabética dos países.
  • Tratando-se de bandeiras dos estados da união, a ordem é determinada pela constituição histórica, mas também poderão ser distribuídas em ordem alfabéticas.
  • Num dispositivo em que, além das bandeiras estrangeiras, participa a estadual, esta ficará por última. Caso participe também a municipal, esta ficará em último ou penúltimo, se houver ainda uma de entidade promotora, será colocada em último lugar.

Obs.: Não esquecer que direita e esquerda de um dispositivo é à direita e à esquerda de uma pessoa colocada de costas para o prédio, ou palco, onde estão as bandeiras e de frente para rua, platéia ou público.

Hasteamento

  • O hasteamento das bandeiras fica das 8h às 18h, com chuva ou sol e após as 18h as bandeiras deverão ser sempre iluminadas por questão de respeito.
  • À noite a bandeira deve estar iluminada. 
  • Não é permitido hastear sem iluminação.

Dentro de salão

  • As bandeiras podem ficar a direita ou esquerda do salão.

Em recinto fechado

  • Neste caso deverá ser usada em mastro à direita da mesa ou desfraldada na posição central em cima do presidente da sessão.
  • A bandeira deve estar descoberta, sem nenhuma  pessoa à frente ou objeto atrapalhando a visualização.

Ordem das Bandeiras

  • Países em ordem alfabética (depois do anfitrião).
  • Em linha de mastro (com número par de bandeiras).
  • A bandeira do Brasil deve se posicionar ao centro-direita do dispositivo, ou seja, a esquerda do observador.
  • Sempre do lado direito deverá estar com uma bandeira a menos.

Auditório Cícero Diniz

O Auditório Cícero Diniz é um espaço público, com capacidade para até 200 pessoas, com telão, retroprojetor, microfones, púlpito, som e bandeiras do Brasil, Minas Gerais e Uberlândia. O local é destinado a eventos promovidas, prioritariamente, pela administração municipal. O auditório pode ser utilizado também por entidades filantrópicas, para realização de eventos gratuitos nas áreas culturais, de assistência social, saúde e educação. Para solicitar a utilização do local, entre em contato com a equipe do cerimonial para verificar a disponibilidade de datas. 

Ofício para solicitar a utilização do auditório

De acordo com a portaria 9689/2001, para solicitar a utilização do auditório é necessário que conste no ofício a espécie do evento, objetivos, público envolvido e autoridades esperadas, quantidade de pessoas, recursos audiovisuais necessários, data e horário. 

Mais informações:
Telefones:  (34) 3239-2575 |  (34) 3239-2696 | (34) 3239-2849
E-mail: cerimonialpmu@uberlandia.mg.gov.br

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Configurações avançadas de cookies

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies.

Cookies estritamente necessários

Esses cookies permitem funcionalidades essenciais, tais como segurança, verificação de identidade e gestão de rede. Esses cookies não podem ser desativados em nossos sistemas. Embora sejam necessários, você pode bloquear esses cookies diretamente no seu navegador, mas isso pode comprometer sua experiência e prejudicar o funcionamento do site.

Cookies de terceiros

O portal uberlandia.mg.gov.br não tem controle sobre quais cookies de terceiros serão ativados. Alguns cookies de terceiros que podem ser encontrados ao acessar o portal:
Domínios: Google, Youtube, consulte mais em