Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Urbanos

Horto municipal

Horto municipal

O Horto Municipal floresceu no Parque do Sabiá como um canteiro de plantas na década de 1970 e legitimou-se como serviço à comunidade, concomitante a gênese da Secretaria Municipal de Meio Ambiente em 1985. 

Manter, administrar os viveiros municipais e os trabalhos de produzir, reproduzir, cultivar, propagar espécies vegetais para uso próprio e fornecimento à população para arborização em áreas públicas sempre foram prerrogativas da pasta denominada à época como “Seção de Hortos Florestais”, hoje Horto Municipal. 

Sediado na Avenida Benjamim Magalhães s/nº, no Bairro Tibery, o espaço gradativamente foi sendo ampliado, potencializado. Atualmente, são produzidas mudas em grande escala: na sementeira germinam aproximadamente 50 mil novas plantas, no viveiro fixo sombreado e Casa de Vegetação crescem mais de 150 mil mudas e na área de rustificação cabem mais de 1 milhão delas. Mensalmente são produzidas em torno de dez mil entre espécies nativas, frutíferas e ornamentais; e, o reconhecido know-how tem atraído viveiristas, estudantes, pessoas ligadas à profissões florestais e cidadãos curiosos em busca de conhecimento, interessados em obter mudas e não incomum, deixar sementes para cultivo. No Horto Municipal, o Núcleo de Produção de Mudas e o Núcleo de Arborização e Paisagismo, conexos ao Núcleo de implantação e Manejo de Parques, representam nos dias de hoje, o alargamento dos ofícios. 

Juntos gerenciam a arborização urbana nas seguintes questões:  

  • Informar e conscientizar a população sobre a importância da preservação e manutenção da arborização urbana.
  • Produção de mudas: identificação de árvores-matrizes para produção de mudas e sementes, difusão de espécies vegetais nativas, produção de mudas específicas para arborização urbana e nativas para recomposição de áreas degradadas, matas ciliares e nascentes.
  • Plantio em logradouros públicos, incluindo a escolha de espécies / compatibilidade – equidistância entre árvores e elementos urbanos, canteiros centrais, passeios, iluminação pública, rede hidráulica e elétrica etc.
  • Manejo e conservação da arborização: irrigação, podas (condução, manutenção, limpeza, conformação, contenção, raízes etc.), supressão vegetal, reposição e transplante.
  • Fiscalizações, vistorias técnicas, monitoramento preventivo, capacitação da mão de obra – critérios paisagísticos, fitossanitários e de risco.  
  • Reavivar praças e parque, centralidades urbanas de bem-estar ambiental, convívio social, beleza, frequência e educação.

Arborização urbana

Para adquirir uma muda de árvore gratuitamente é necessário comparecer ao Horto Municipal, portando documento de identidade e comprovante de endereço. 

Pequeno Porte

NOME POPULAR NOME CIENTÍFICO ALTURA (m) ÉPOCA DE FLORAÇÃO COR
Clusia Clusia flluminensis 3 a 4 primavera / verão vermelha / branca
Flamboyant-mirim Caesalpinia pulcherrima 3 a 4 primavera / verão amarela/ vermelha
Hibisco Hibiscus rosa-sinensis 3 a 4 ano todo vermelha / rosa / amarela
Ipê-mirim Tecoma stans 4 ano todo amarela
Croton Codiaeum variegatum 4 ano todo variadas
Resedá Lagerstroemia indica 4 a 6 novembro / fevereiro rosa/ branca
Jasmim manga Plumeria rubra 4 a 6 primavera / verão vermelha / branca / rosa

Médio Porte

NOME POPULAR NOME CIENTÍFICO ALTURA (m) ÉPOCA DE FLORAÇÃO COR
Cássia imperial Cassia fistula 8 a 10 setembro / outubro amarela
Calistemo Callistemon viminalis 3 a 5 ano todo vermelha
Chorão Schinus molle 6 a 8 dezembro / fevereiro esverdeada
Quaresmeira Tibouchina granulosa 8 a 12 dezembro / julho rosa / roxa

Grande Porte

NOME POPULAR NOME CIENTÍFICO ALTURA (m) ÉPOCA DE FLORAÇÃO COR
Escumilla africana Lagerstroema speciosa 6 a 8 novembro / janeiro rosa
Ipê roxo Tabeluia impetiginosa 12 a 18 setembro / outubro rosa / lilás
Jacarandá mimoso Jacaranda mimosaefolia 6 a 12 setembro / dezembro roxa
Magnólia Michelia champaca 8 a 10 janeiro / julho amarela
Oiti Licania tomentosa 6 a 10 julho / dezembro branca
Lophantera Lophantera lactescens 8 a 10 janeiro / junho amarela

Plantas Nativas

O Horto Municipal distribui mudas de espécies nativas para recomposição de áreas degradadas, plantio em matas ciliares, nascentes e propriedade rural. As plantas nativas são distribuídas prioritariamente na estação chuvosa. Para adquirir, é necessário comparecer ao Horto Municipal, portando documento de identidade e documentação que comprove a titularidade da terra, no município de Uberlândia. 

Mais informações: 
Endereço: Avenida Benjamim Magalhães, s/nº, no bairro Tibery
Funcionamento: segunda à sexta-feira – 7h às 16h
Telefone: (34) 3213-6676

All articles loaded
No more articles to load