Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade

Horto municipal

Horto municipal

O Horto Municipal floresceu no Parque do Sabiá como um canteiro de plantas na década de 1970 e legitimou-se como serviço à comunidade, concomitante a gênese da Secretaria Municipal de Meio Ambiente em 1985. 

Manter, administrar os viveiros municipais e os trabalhos de produzir, reproduzir, cultivar, propagar espécies vegetais para uso próprio e fornecimento à população para arborização em áreas públicas sempre foram prerrogativas da pasta denominada à época como “Seção de Hortos Florestais”, hoje Horto Municipal. 

Sediado na Avenida Benjamim Magalhães s/nº, no Bairro Tibery, o espaço gradativamente foi sendo ampliado, potencializado. Atualmente, são produzidas mudas em grande escala: na sementeira germinam aproximadamente 50 mil novas plantas, no viveiro fixo sombreado e Casa de Vegetação crescem mais de 150 mil mudas e na área de rustificação cabem mais de 1 milhão delas. Mensalmente são produzidas em torno de dez mil entre espécies nativas, frutíferas e ornamentais; e, o reconhecido know-how tem atraído viveiristas, estudantes, pessoas ligadas à profissões florestais e cidadãos curiosos em busca de conhecimento, interessados em obter mudas e não incomum, deixar sementes para cultivo. No Horto Municipal, o Núcleo de Produção de Mudas e o Núcleo de Arborização e Paisagismo, conexos ao Núcleo de implantação e Manejo de Parques, representam nos dias de hoje, o alargamento dos ofícios. 

Juntos gerenciam a arborização urbana nas seguintes questões:  

  • Informar e conscientizar a população sobre a importância da preservação e manutenção da arborização urbana.
  • Produção de mudas: identificação de árvores-matrizes para produção de mudas e sementes, difusão de espécies vegetais nativas, produção de mudas específicas para arborização urbana e nativas para recomposição de áreas degradadas, matas ciliares e nascentes.
  • Plantio em logradouros públicos, incluindo a escolha de espécies / compatibilidade – equidistância entre árvores e elementos urbanos, canteiros centrais, passeios, iluminação pública, rede hidráulica e elétrica etc.
  • Manejo e conservação da arborização: irrigação, podas (condução, manutenção, limpeza, conformação, contenção, raízes etc.), supressão vegetal, reposição e transplante.
  • Fiscalizações, vistorias técnicas, monitoramento preventivo, capacitação da mão de obra – critérios paisagísticos, fitossanitários e de risco.  
  • Reavivar praças e parque, centralidades urbanas de bem-estar ambiental, convívio social, beleza, frequência e educação.

Arborização urbana

Para adquirir uma muda de árvore gratuitamente é necessário comparecer ao Horto Municipal, portando documento de identidade e comprovante de endereço. 

Pequeno Porte

NOME POPULAR NOME CIENTÍFICO ALTURA (m) ÉPOCA DE FLORAÇÃO COR
Clusia Clusia flluminensis 3 a 4 primavera / verão vermelha / branca
Flamboyant-mirim Caesalpinia pulcherrima 3 a 4 primavera / verão amarela/ vermelha
Hibisco Hibiscus rosa-sinensis 3 a 4 ano todo vermelha / rosa / amarela
Ipê-mirim Tecoma stans 4 ano todo amarela
Croton Codiaeum variegatum 4 ano todo variadas
Resedá Lagerstroemia indica 4 a 6 novembro / fevereiro rosa/ branca
Jasmim manga Plumeria rubra 4 a 6 primavera / verão vermelha / branca / rosa

Médio Porte

NOME POPULAR NOME CIENTÍFICO ALTURA (m) ÉPOCA DE FLORAÇÃO COR
Cássia imperial Cassia fistula 8 a 10 setembro / outubro amarela
Calistemo Callistemon viminalis 3 a 5 ano todo vermelha
Chorão Schinus molle 6 a 8 dezembro / fevereiro esverdeada
Quaresmeira Tibouchina granulosa 8 a 12 dezembro / julho rosa / roxa

Grande Porte

NOME POPULAR NOME CIENTÍFICO ALTURA (m) ÉPOCA DE FLORAÇÃO COR
Escumilla africana Lagerstroema speciosa 6 a 8 novembro / janeiro rosa
Ipê roxo Tabeluia impetiginosa 12 a 18 setembro / outubro rosa / lilás
Jacarandá mimoso Jacaranda mimosaefolia 6 a 12 setembro / dezembro roxa
Magnólia Michelia champaca 8 a 10 janeiro / julho amarela
Oiti Licania tomentosa 6 a 10 julho / dezembro branca
Lophantera Lophantera lactescens 8 a 10 janeiro / junho amarela

Plantas Nativas

O Horto Municipal distribui mudas de espécies nativas para recomposição de áreas degradadas, plantio em matas ciliares, nascentes e propriedade rural. As plantas nativas são distribuídas prioritariamente na estação chuvosa. Para adquirir, é necessário comparecer ao Horto Municipal, portando documento de identidade e documentação que comprove a titularidade da terra, no município de Uberlândia. 

Mais informações: 
Endereço: Avenida Benjamim Magalhães, s/nº, no bairro Tibery
Funcionamento: segunda à sexta-feira – 8h às 16h
Telefone: (34) 3213-6676

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Configurações avançadas de cookies

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies.

Cookies estritamente necessários

Esses cookies permitem funcionalidades essenciais, tais como segurança, verificação de identidade e gestão de rede. Esses cookies não podem ser desativados em nossos sistemas. Embora sejam necessários, você pode bloquear esses cookies diretamente no seu navegador, mas isso pode comprometer sua experiência e prejudicar o funcionamento do site.

Cookies de terceiros

O portal uberlandia.mg.gov.br não tem controle sobre quais cookies de terceiros serão ativados. Alguns cookies de terceiros que podem ser encontrados ao acessar o portal:
Domínios: Google, Youtube, consulte mais em