Secretaria de Saúde

Centro de controle de zoonoses

Centro de controle de zoonoses

O Centro de Zoonoses é o órgão responsável por promover e executar ações voltadas para o controle de doenças causadas por animais.  Hoje, os laboratórios trabalham com diagnóstico de endemias, como é o caso da Malária e da leishmaniose canina, e com pesquisas que vão desde a captura até a identificação de vetores, organismos que transmitem doenças infecciosas entre seres humanos e animais.

Programa de controle do Aedes

Acumuladores 

Esta é uma ação, realizada em parceria com o Ministério Público que visa a retirada de lixo, objetos sem utilidade e que acumulam água dentro e fora das residências. 

Bloqueio de casos suspeitos

Trata-se do bloqueio de casos suspeitos de Dengue, Zika e Chikungunya,  realizado com equipamento UBV leve costal, conforme notificações recebidas da Vigilância Epidemiológica e do sistema FAST MEDIC.

Chamadas via telefone

O Centro de Controle de Zoonoses recebe ligações da população, que denuncia imóveis abandonados ou vizinhos que acumulam lixos em seus quintais. Assim, são geradas ordens de serviço atendidas pela equipe de ações complementares.

Comitê de Combate ao Aedes

O Comitê de Combate ao Aedes realiza reuniões  para discutir e planejar as estratégias de combate ao Aedes, mosquito transmissor da Dengue, Zika vírus e Chikungunya, reforça a mobilização da comunidade no enfrentamento ao vetor e apresenta medidas e ações que estão sendo realizadas pelo município. Além disso, há debates, sugestões e planejamento de novas atividades.

Controle legal

O controle legal vem sendo amplamente indicado pelo Ministério da Saúde e já está funcionando em vários municípios. Trata-se de fazer uso das leis para conduzir moradores e comerciantes a adotar posturas que contribuam com o controle do transmissor.

Drones

Em Uberlândia, a Prefeitura passou a utilizar o drone como um apoio tecnológico no controle do transmissor. O equipamento é usado para localizar as áreas com maior necessidade de atuação,  auxiliando na identificação de focos potenciais.

Ronda escolar

São realizadas visitas de rotina em escolas públicas do Município e do Estado. A equipe elimina, veda, acondiciona, trata e orienta sobre os pontos críticos como: calhas, lajes, ralos, canaletas, reservatórios com água, etc.

Imóveis abandonados

Realização de ação específica em imóveis que estão em situação de abandono, trancados, sem possibilidade de acesso ou identificação do morador. Há também situações em que o imóvel está em processo judicial.  

Imóveis cadastrados

São imóveis que estão fechados, porém o proprietário foi identificado e rotineiramente abre o local para ações de prevenção contra o mosquito transmissor das doenças.

Imóveis em imobiliárias

São imóveis que estão à venda ou disponíveis para aluguel em posse das imobiliárias. Nesse caso, são visitados através de parceria com a SECOVI. As imobiliárias fornecem as chaves dos imóveis e a equipe visita o local no mesmo dia.

Mobilização social

Esse trabalho é realizado por um equipe diretamente com empresas na realização de eventos e palestras voltadas para a orientação sobre as formas de prevenção de doenças transmitidas pelo Aedes.

Ovitrampas

As ovitrampas simulam o ambiente perfeito para a procriação do Aedes aegypti, um vaso de planta preto é preenchido com água, que fica parada, atraindo o mosquito, dessa forma é possível observar de maneira mais rápida e eficiente a quantidade de mosquitos naquela região e assim promover ações para combater o transmissor.

Recolhimento de pneus

O trabalho consiste na coleta de pneus em borracharias cadastradas. A coleta é  realizada por região em rotas definidas. A coleta também é feita em residências e terrenos baldios. A destinação dos resíduos segue as resoluções do CONAMA que orienta toda a sistemática para dar fim ao lixo.

Pontos de ônibus

O trabalho consiste em percorrer as linhas de ônibus vistoriando os abrigos, buscando eliminar os criadouros que se formam sobre a cobertura.

Pontos estratégicos

Nos pontos estratégicos é realizado trabalho focal e perifocal com eliminação, remoção, vedação e acondicionamento, além da pesquisa larvária para cumprimento de metas e dos ciclos.

Tratamento biológico

Tratamento com a utilização de peixes larvófagos. São tanques de decantação nas indústrias, piscinas em imóveis fechados e outros reservatórios de grande porte.

UBV pesado

Aplicações a Ultra Baixo Volume (UBV) com  equipamentos acoplados a veículos são preconizadas para controle do vetor Aedes aegypti  somente quando  houver necessidade do controle de surtos e epidemias de dengue, conforme estabelecido nas Diretrizes Nacionais para Prevenção e Controle da Dengue, Zika vírus e Chikungunya.

Vedação caixas d’água

O trabalho de vedação, consiste em vedar as caixas d’água de cimento ou de amianto com uso de pedras de ardósia. O serviço é totalmente realizado por servidores do Programa de Controle do Aedes.

Visitas domiciliares

Visita em residências, comércios, terrenos baldios e outros, para trabalho contra o mosquito transmissor, eliminação mecânica, acondicionamento, tratamento focal e orientações.

Programa de Controle de Roedores

Responsável para realização do controle de ratos nas vias públicas. Em residências, somente em casos específicos, como casos suspeitos de leptospirose, acumuladores e população vulnerável.

Programa de Animais Peçonhentos

Responsável pela realização do controle e orientações de animais peçonhentos de relevância para saúde pública como escorpiões, algumas espécies de aranhas, abelhas, marimbondos, além de orientações sobre taturanas e lacraias.

Programa de Controle de Raiva

O Centro de Zoonoses realiza vigilância e ações para controle de raiva animal, como campanha de vacinação antirrábica anual e acompanhamento epidemiológico de cães e gatos agressores. Também são realizadas orientações referentes a morcegos. Uberlândia não registra casos de raiva em cães e gatos desde 1987. O Programa também auxilia na castração gratuita de animais por meio da realização de cadastros de proprietários com o Hospital Veterinário da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) que é responsável pela realização da cirurgia.

Mais informações:
Centro de Controle de Zoonoses – CCZ
Endereço: Avenida Alexandrino Alves Vieira, 1423, bairro Liberdade
Telefones: 3213-1470 / 3213-1418
Funcionamento: 7h às 18h de segunda a sexta

All articles loaded
No more articles to load

Facebook

DESTAQUES

All articles loaded
No more articles to load

SIGA UBERLÂNDIA

Siga Uberlândia
QUERO RECEBER NOTÍCIAS DA PREFEITURA DE UBERLÂNDIA. *