Notícias

Seminário aborda construção de habitações de interesse social

Prefeitura colabora na assistência técnica com plantas populares e projetos de regularizações
3 de setembro de 2019
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Marco Crepaldi/Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

A assistência técnica pública e gratuita para famílias de baixa renda foi o tema central do Seminário de Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social (Athis) realizado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Minas Gerais (CAU-MG), na manhã desta terça-feira (3), no auditório do Centro Administrativo Municipal. O evento contou com palestras e debates para subsidiar as discussões que envolvem a qualificação das cidades de forma resilientes e sustentáveis com objetivo de assegurar às famílias de baixa renda assistência técnica pública e gratuita para o projeto e a construção de habitação de interesse social.

O secretário municipal de Planejamento Urbano, Rubens Yoshimoto, participou do evento e falou da contribuição da Prefeitura com a disponibilização gratuita de nove modelos de planta popular para famílias com renda mensal de até cinco salários mínimos. O Portal da Prefeitura oferece um manual desse projeto com informações detalhadas sobre quem tem direito e como é executado o processo.

“A planta popular é gratuita e atende construções residenciais unifamiliares de até 70 metros quadrados.  Em 2011 fizemos a revisão das tipologias para que nelas fosse caracterizado o desenho universal, de forma a garantir acessibilidade e o aproveitamento máximo do lote. Nesses últimos anos, temos trabalhado constantemente no aperfeiçoamento dessas políticas públicas de habitação de interesse social”, disse o secretário, que destacou ainda a criação de zonas de habitação de interesse social em projetos de lei elaborados pela gestão municipal nos últimos meses..

De acordo com o presidente do CAU-MG, Danilo Batista, a parceria é essencial para alcançar objetivos, especialmente na área de Athis, cuja importância vem sendo divulgada pelo conselho.  “É a forma de cumprirmos nosso papel social. O trabalho de arquitetos e urbanistas eleva a qualidade, faz do espaço um ambiente adequado. É uma solução ideal para essas populações de baixa renda e para a sociedade em geral enquanto contribuição para o desenvolvimento das cidades”, afirmou.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
All articles loaded
No more articles to load

Destaques

Veja Também