Notícias

Prefeitura e Engie assinam contrato da PPP da Iluminação Pública

Multinacional francesa do setor de energia elétrica venceu a licitação, realizada em novembro de 2019, com a apresentação da menor proposta
23 de janeiro de 2020

A modernização da iluminação pública é uma das prioridades da Prefeitura de Uberlândia. A partir desta quinta-feira (23), uma iniciativa histórica para o setor tornou-se uma realidade. A gestão municipal assinou um contrato de Parceria Público-Privada (PPP) com a Engie Brasil, subsidiária no país da multinacional francesa Engie. O ato foi selado durante cerimônia no Centro Administrativo Municipal.

A assinatura do contrato foi acompanhada por lideranças de bairros e associações de bairros de todas as regiões da cidade, representantes de diversos órgãos e instituições públicas e privadas, vereadores e servidores municipais.

Concessão administrativa

A Engie assume o contrato por meio da Engie Soluções Cidades Inteligentes e Infraestrutura de Uberlândia S.A. após apresentar o menor valor de contraprestação mensal entre as 11 propostas habilitadas em licitação. Ao custo de R$ 1.063.744,79 por mês, oriundos de parte da Contribuição da Iluminação Pública (CIP) já paga pelo consumidor na conta de energia elétrica, a empresa terá a concessão administrativa na exploração dos serviços de modernização, eficientização, expansão, operação e manutenção da infraestrutura da rede de iluminação pública de Uberlândia.

A concretização da PPP da Iluminação só foi possível devido a um grande trabalho de equipe do grupo multidisciplinar criado dentro do Comitê Gestor de PPP, que envolveu servidores da Procuradoria Geral do Município e das secretarias municipais de Meio Ambiente e Serviços Urbanos, Gestão Estratégica e Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo. Além de todos os estudos técnicos e jurídico realizados por meio do comitê, a administração municipal ainda promoveu audiência e consulta públicas antes de iniciar o processo licitatório. 

“É um dos maiores investimentos de Uberlândia e certamente um dos mais importantes passos nesse trabalho de melhoria da qualidade de vida da população. Estamos vendo aqui a concretização de um trabalho que temos desenvolvido desde 2010, afirmou João Júnior, secretário municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos, pasta à frente da gestão do contrato.

Valter de Paula/Secretaria de Governo e Comunicação

Economia, segurança e qualidade no serviço

Entre os compromissos assumidos pela concessionária estão a troca da iluminação pública pelo sistema mais moderno existente no prazo de até 21 meses (com substituição de aproximadamente 87 mil lâmpadas) e economia de no mínimo 49,39% no consumo de energia pública.

Também estão entre as obrigações da contratada o controle remoto da iluminação em pelo menos 23% da cidade (telegestão) em até 21 meses, iluminação de destaque em 12 espaços históricos em até três anos, ampliação do número de postes, expansão anual de 550 pontos de luz e melhoria da iluminação em locais de acessibilidade (como as rampas das calçadas), entre outras ações que colocarão a cidade dentro dos padrões da norma vigente para o setor, a ABNT NBR 5101.

“É um projeto bastante ousado por parte da Prefeitura. A gente não tem nenhum município de grande porte no Brasil com os equipamentos e iluminação e alta tecnologia que vão ser aplicados em Uberlândia”, disse o diretor da Engie, Guilherme Azambuja. “Temos um belo trabalho, um grande desafio pela frente.”

Início das operações

Ao assumir o contrato, a Engie terá de 30 a 45 dias para montar uma Central de Controle e Operação provisória (CCO), aprovar o plano de transição (assumindo o serviço no lugar dos contratos em vigor) e iniciar as devidas aprovações de projetos, que devem ser submetidos e aprovados junto à Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

Após a etapa de transição, terá início o processo de modernização de iluminação pública, que, conforme a NBR 5101 (que regulamenta o setor), deve priorizar as vias de maior classificação viária (V1 e V2) e as vias de maior vulnerabilidade (maior risco de segurança e acidentes, localização em áreas com menores condições socioeconômicas, etc.)

São exemplos de vias V1 e V2 as avenidas Rondon Pacheco, Segismundo Pereira, João Naves de Ávila e João Pinheiro, dentre outras. Essa classificação leva em consideração vários aspectos, sendo que o principal é o fluxo de veículos.

Na primeira etapa da modernização, que contemplará a substituição de 50% das lâmpadas (cerca de 43.500 pontos de luz) em até nove meses, metade do serviço atenderá vias V1 e V2 e a outra metade será feita nas vias de maior vulnerabilidade.

Confira quais os espaços históricos que receberão iluminação de destaque por ordem de prioridade:

  1. Complexo do Parque do Sabiá;
  2. Centro Administrativo, Câmara Municipal e Praça Cívica;
  3. Praça Tubal Vilela;
  4. Praça Clarimundo Carneiro e Museu Municipal;
  5. Praça Rui Barbosa e Igreja do Rosário;
  6. Teatro Municipal;
  7. Museu Escola Estadual de Uberlândia;
  8. Casa de Cultura;
  9. Elevado da Avenida João Naves de Ávila;
  10. Mercado Municipal;
  11. Praça da Bíblia e Rodoviária;
  12. Praça Professor Jacy de Assis – Espaço Cultural – Antigo Fórum.

Veja Também

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies. Ao aceitar, você terá acesso a todas as funcionalidades do site. Se clicar em "Rejeitar Cookies", os cookies que não forem estritamente necessários serão desativados. Para escolher quais quer autorizar, clique em "Gerenciar cookies". Saiba mais em nossa Declaração de Cookies.

Configurações avançadas de cookies

Para melhorar a sua experiência na plataforma e prover serviços personalizados, utilizamos cookies.

Cookies estritamente necessários

Esses cookies permitem funcionalidades essenciais, tais como segurança, verificação de identidade e gestão de rede. Esses cookies não podem ser desativados em nossos sistemas. Embora sejam necessários, você pode bloquear esses cookies diretamente no seu navegador, mas isso pode comprometer sua experiência e prejudicar o funcionamento do site.

Cookies de terceiros

O portal uberlandia.mg.gov.br não tem controle sobre quais cookies de terceiros serão ativados. Alguns cookies de terceiros que podem ser encontrados ao acessar o portal:
Domínios: Google, Youtube, consulte mais em