Notícias

Uberlândia se destaca em debate nacional sobre combate à Covid-19

Experiência da cidade foi tratada em encontro virtual promovido pelo Conass nesta sexta-feira (27)
27 de novembro de 2020
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Prefeitura de Uberlândia voltou a ser destaque nacional nesta sexta-feira (27) com a participação de um servidor da Saúde municipal como palestrante do encontro online “A importância da interprofissionalidade na Atenção Primária em Saúde do Sistema Único de Saúde (SUS): experiências exitosas frente à pandemia de Covid-19”. Transmitida pelo Youtube e organizado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), a live a contou a participação de servidores de secretarias municipais de saúde de todo o país e Uberlândia foi a única cidade mineira a contar com um representante do debate.

Presente no debate, o educador físico Diego Camilo Pinto aproveitou para apresentar as ações promovidas pela Prefeitura de Uberlândia no combate ao coronavírus. “Foi uma excelente oportunidade de mostrar como a nossa rede de saúde esteve e continua bem preparada para o atendimento aos pacientes que contraíram a Covid-19. Com um sistema integrado, passando desde à atenção primária à saúde até o centro de reabilitação para aqueles que necessitam de uma recuperação com acompanhamento. Toda a nossa realidade foi reorganizada durante a pandemia para que tivéssemos os ótimos resultamos obtidos”, disse. 

A iniciativa integra a implementação do Guia Orientador do Enfrentamento da Covid-19 na Rede de Atenção à Saúde, elaborado pelo Conass e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). Perguntas poderão ser enviadas pelo www.conass.org.br/participe.

Trabalho multiprofissional

Em outubro, a taxa de recuperação de pacientes internados em Uberlândia devido à Covid-19 passou de 85%. Além de investir em prevenção e infraestrutura para otimizar o tratamento dos pacientes, com ampliação de leitos, equipes, equipamento e medicamentos, a Prefeitura adota estratégias para manter o apoio médico às pessoas que se recuperam da doença. Por meio do projeto “Alta Responsável”, por exemplo, uma equipe multiprofissional monta um plano de cuidados para um acompanhamento mais humanizado e integral desse público junto às unidades de saúde de referência, uma vez que o novo coronavírus pode trazer condições crônicas de saúde.

Há ainda o Programa de Reabilitação Cardiorrespiratória, que já beneficiou vários pacientes no Ambulatório de Oxigenoterapia em parceria com o Programa Melhor em Casa, localizado no bairro Planalto. Ele é voltado para pacientes que desenvolveram a chamada Síndrome Pós-Covid. O atendimento envolve fisioterapeuta, enfermeiros e pneumologistas.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também