Notícias

Plano de Emergência Pluviométrica minimiza impactos das fortes chuvas

Elaborado pelo Município em conjunto com Defesa Civil e órgãos de segurança, documento mapeia locais de risco e abrigos, além de direcionar ações
8 de janeiro de 2021
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Prefeitura de Uberlândia, por meio da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil do Município de Uberlândia (Compdec), tem atuado ativamente nos trabalhos de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação durante o período chuvoso. Por meio do Plano de Emergência Pluviométrica (PEP), o Município conta com uma detalhada estratégia de contingência para orientar ações que não só antecipem cenários de risco como também permitam o amparo e acolhimento da população eventualmente atingida por desastres naturais ou acidentais e a reconstrução de possíveis prejuízos materiais. Tudo isso com o intuito de reduzir ao máximo problemas decorrentes das fortes chuvas.

Na cartilha do PEP, elaborada em conjunto pela Defesa Civil e órgãos de segurança, consta o mapeamento dos locais considerados de risco e daqueles destinados a abrigar pessoas que precisem deixar suas casas em determinadas circunstâncias. Na linha de frente das operações, as equipes do Compdec, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar têm papéis específicos em cada etapa do PEP.

Atualmente, o plano municipal de contingenciamento tem mais mapeados 43 pontos considerados de risco. Outros cinco locais são de alto risco para alagamentos e enchentes, a saber: avenidas Rondon Pacheco, Anselmo Alves dos Santos e Getúlio Vargas e travessias dos córregos do Lobo e Lagoinha.

Há ainda dez locais classificados como abrigo, dos quais oito são escolas municipal. Esses espaços de alojamento de desabrigados estão nas regiões Central, Oeste, Norte e Sul.

Prevenção, socorro e apoio

O PEP prevê três fases de intervenção: preparativa, de reposta ou socorro e recuperativa, conforme previsão do tempo e alertas emitidos pelo Laboratório de Climatologia e Recursos Hídricos da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Na fase preparativa, há três níveis de risco:

–       Preparativa Verde: indica situação de normalidade e é quando se desenvolvem ações administrativas, como limpeza de bueiros, acompanhamento diário da previsão do tempo e alertas, vistorias e mapeamento de áreas de risco, entre outros.

–       Preparativa Amarela: para alertas de risco moderado; momento em que se articula a rede, envolvendo órgãos municipais, estadual e federais e demais entidades que possam auxiliar nos trabalhos, com mobilização de equipes e monitoramento intensificados.

–       Preparativa Laranja: para alertas de risco alto; etapa em que há possibilidade de deslocamento para interdições, com bloqueio de vias de acesso a áreas de risco.

Em decorrência dos temporais, o plano denomina como “Fase de Resposta/Socorro”, identificada pela cor vermelha, o momento em que se passa a monitorar as áreas atingidas, providenciando os recursos necessários para retirar pessoas em situação de risco. Na chamada “Fase Recuperativa”, cor branca, o foco das equipes de campo se volta para ações de amparo e acolhimento à comunidade, além de reconstrução das áreas afetadas.   

Cuidados

A Defesa Civil orienta a população a tomar alguns cuidados em dias de chuva para evitar transtornos. Os motoristas devem evitar trafegar pelas regiões mais baixas da cidade. Em dias nublados, não é indicado deixar os veículos estacionados próximos a árvores, principalmente as mais antigas. Evitar ficar próximo a redes elétricas quando houver tempestades com raios e trovões também é outra dica da Defesa Civil.

Para acompanhar alertas de chuva:

Acesse o “Zap da Prefeitura”, pelo (34) 9.9774-0616. Ao clicar na opção 7, o usuária é encaminhado para a seção de “Alertas da Defesa Civil”, a partir do qual, mediante um pequeno cadastro (com nome, CPF e CEP), passa-se a receber os alertas da região onde reside.

Em caso de perigo chame:

Defesa Civil: 199
Corpo de Bombeiros: 193
Polícia Militar: 190

Clique e confira os cuidados a serem tomados no período chuvoso, bem como os pontos a serem evitados em caso de alagamento

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Veja Também